Clínica de beleza dos famosos anuncia criptomoeda própria para pagar por sobrancelhas e cílios

Famosa por atender celebridades e ex-BBBs, Natalia Beauty entra para o universo blockchain com criptomoeda própria
Natalia Martins, fundadora do Grupo Natalia Beauty (Natalia Beauty/Divulgação)
Natalia Martins, fundadora do Grupo Natalia Beauty (Natalia Beauty/Divulgação)
M
Mariana Maria SilvaPublicado em 09/08/2022 às 11:17.

Empresas e clientes que estão no caminho da transformação digital podem ter as criptomoedas como melhores amigas. É o caso do Grupo Natalia Beauty, que anuncia nesta terça-feira, 9, a criação de sua própria moeda digital: o Flow Cash. O grupo se tornou destaque no Brasil após atender clientes famosos e atingir a marca de 130 mil filiados e 10,4 milhões de seguidores no Instagram.

Focadas em tratamentos para pele, sobrancelhas, cílios e boca, as clínicas Natalia Beauty têm como clientes Jade Picon, Maisa, Sasha e Maiara, da dupla com Maraisa, que agora poderão utilizar o Flow Cash como pagamento por seus procedimentos estéticos.

(Mynt/Divulgação)

O investimento do grupo que engloba as empresas NB Clinic, NB Shop, NB Franquias, NB Filiados, NB University e Instituto NB em sua transformação digital foi de R$ 2 milhões. Em parceria com a Wiboo, startup que desenvolve plataformas de negócios para impulsionar vendas e transformar clientes em nanoinfluenciadores, o Flow Cash e todo um ecossistema da Natalia Beauty em blockchain será criado.

Conquistando o posto de primeira empresa do segmento de beleza a aceitar criptomoedas como forma de pagamento no Brasil, o grupo Natalia Beauty pretende implantar a iniciativa de forma gradual. Inicialmente, apenas alguns serviços poderão ser pagos em Flow Cash.

No entanto, a intenção é que todas as seis empresas do grupo aceitem a moeda no futuro. De acordo com a Wiboo, empresa responsável pelo projeto, o retorno sobre o investimento (ROI) pode compensar os R$ 2 milhões investidos dentro de 6 a 12 meses.

“O Grupo Natalia Beauty desejava ter uma moeda própria em um ecossistema seguro, com a identidade visual da empresa e as funcionalidades como as que temos. Por meio da plataforma, o grupo terá não apenas a moeda como também o meio de pagamento e toda a praticidade envolvendo marketing de influência, marketing de recomendação e recompensa, fidelização, afiliados e vendas”, explicou Pedro Alexandre, CEO e fundador da Wiboo.

Fundado em 2015, o grupo Natalia Beauty surgiu para atender a forte demanda por procedimentos estéticos como a micropigmentação de sobrancelhas e se destacou por suas estratégias de empreendedorismo. Natalia Martins, a fundadora, saiu de R$ 90 mil em dívidas para um lucro anual de R$ 20 milhões e ramificações de sua empresa nos Estados Unidos, Dubai e Europa.

Parte da iniciativa do Grupo Natalia Beauty na tecnologia blockchain vem dos ideias de Natalia, que acredita que “uma empresa que não está na internet não existe”. Com milhões de seguidores, os serviços de Natalia fizeram sucesso entre ex-BBBs e a empresa ganhou destaque na mídia por promover a “Missão pós-BBB”, que envolvia uma série de tratamentos estéticos realizados nos eliminados do programa logo após saírem da casa.

Apesar do grande destaque nas redes sociais e no universo da beleza, a empresa é investigada pela Polícia Civil e a Coordenadoria de Vigilância em Saúde pela fabricação e comercialização de cosméticos e medicamentos sem autorização da Anvisa.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok