CEO do JPMorgan se sente ameaçado pelas criptomoedas, diz bilionário do Shark Tank

Famoso crítico do bitcoin e das criptomoedas, Jamie Dimon teria medo de que a nova classe de ativos acabasse com a forma como bancos fazem dinheiro, diz Kevin O'Leary, do Shark Tank
Jamie Dimon, CEO do JPMorgan (Tiffany Hagler-Geard/Bloomberg/Getty Images)
Jamie Dimon, CEO do JPMorgan (Tiffany Hagler-Geard/Bloomberg/Getty Images)
C
Cointelegraph BrasilPublicado em 29/09/2022 às 09:52.

O CEO do banco JPMorgan Chase, Jamie Dimon, se sente ameaçado pela forma como o espaço cripto está transformando os sistemas de pagamento, afirmou o anfitrião do Shark Tank e multimilionário Kevin O'Leary, durante participação em um painel do Converge22 em 28 de setembro.

O'Leary fez suas observações depois que Dimon se declarou um "grande cético" em relação a "tokens criptográficos que são chamados de moedas, como o bitcoin" em seu depoimento ao Congresso dos EUA na semana passada. Em seguida, referiu-se a eles como "esquemas Ponzi descentralizados". Esquemas Ponzi são uma espécie de pirâmide financeira.

(Mynt/Divulgação)

O'Leary explicou que o atrito é um dos principais problemas do sistema financeiro tradicional e que é como os bancos conseguem lucrar cobrando taxas sobre as transações, e acrescentou que as stablecoins, as criptomoedas estáveis, podem proporcionar uma redução nas taxas em todo o mundo:

“Não se trata de especulação sobre o preço dos ativos. Trata-se de reduzir as taxas para alterar o funcionamento das economias do mundo. Mais transparente, mais produtivo, completamente auditável, regulamentado, mas menos dispendioso. Então, Jamie Dimon se sente ameaçado? Você pode estar certo que sim. Essa é uma grande parte de como ele ganha dinheiro.”

Em relação ao ambiente regulatório nos EUA, o capitalista de risco explicou que fundos soberanos e de pensão estão aguardando a regulamentação antes de adicionar ativos digitais aos seus portfólios:

“Se você é um fundo soberano ou um país rico em petróleo, talvez esteja gerando um quarto de US$ 1.000.000 em 12 horas. O único lugar na terra que você pode ganhar assim é no S&P. A única maneira de fazer isso estando em conformidade com as regras da SEC. Eles nunca farão um movimento contra a SEC até que essas regras sejam determinadas.”
De acordo com O'Leary, uma mudança na abordagem regulatória dos EUA em relação aos ativos digitais levaria a uma valorização de 10% de todos os criptoativos da noite para o dia. Os legisladores dos EUA estão trabalhando em um projeto de lei para regular as stablecoins que pode ser aprovado até o final do ano.

Stablecoins são uma classe de criptoativos que tentam oferecer aos investidores estabilidade de preços, seja por serem lastreadas por ativos específicos (como o dólar) ou usando algoritmos para ajustar sua oferta com base na demanda.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok