CEO da JBS diz que Blockchain é fundamental para evolução da empresa

Gilberto Tomazoni destacou que a tecnologia blockchain é um dos pilares fundamentais para o crescimento da companhia

O CEO global da JBS, Gilberto Tomazoni, destacou em seu texto de abertura no Relatório Administrativo da empresa que a tecnologia blockchain é um dos pilares fundamentais para o crescimento da companhia, que é a maior produtora mundial de carnes e alimentos.

Tomazoni se refere no relatório a "Plataforma Pecuária Transparente", aplicação em blockchain adotada pela empresa e que usa blockchain para rastrear toda a cadeia de fornecimento dos produtos da empresa e que, segundo o CEO, reflete o compromisso da JBS com a sustentabilidade.

"No Brasil, por exemplo, há mais de dez anos, temos um dos maiores sistemas de monitoramento de fornecedores do mundo. Estamos implantando um sistema inédito utilizando tecnologia blockchain, para alcançar mais elos da nossa cadeia de fornecimento. Estamos finalizando os testes do sistema e, nas próximas semanas, abriremos para cadastros dos primeiros produtores", disse.

Ainda segundo o CEO a empresa já tem o que chama de três "escritórios verdes", que fazem todo o monitoramento usando a tecnologia e que a previsão é ter mais 10 em operação até abril.

O relatório destaca que a tecnologia é parte integrante de um projeto maior chamado "Juntos Pela Amazônia", que prevê o desenvolvimento da cadeia de valor, a conservação e recuperação de florestas; apoio às comunidades e desenvolvimento científico e tecnológico.

"O primeiro pilar é composto por três iniciativas:

(i) A Plataforma Pecuária Transparente, uma plataforma blockchain que vai permitir que a Companhia inclua em sua base de monitoramento os fornecedores de seus fornecedores de gado até 2025. A plataforma vai cruzar informações dos fornecedores da Companhia com dados de trânsito de animais e essa tecnologia permitirá estender aos demais elos da cadeia produtiva o monitoramento socioambiental que já é feito nos fornecedores existentes na Amazônia;

(ii) A segunda iniciativa é o compartilhamento da tecnologia de monitoramento de fornecedores da empresa e da política de compra responsável com sua cadeia de valor, o que inclui toda a indústria de alimentos, desde pecuaristas, agricultores a instituições financeiras e do agronegócio;

(iii) A terceira iniciativa será o apoio ambiental, agropecuário e jurídico aos fornecedores, para auxiliá-los na melhoria do manejo de suas propriedades", destaca

R$ 1 bilhão de investimento

A JBS traçou um plano de ação que prevê o investimento de US$ 1 bilhão em inovação, incluindo a plataforma que faz uso de blockchain. A empresa também firmou compromisso de converter todo o seu consumo energético para energias renováveis nas próximas duas décadas.

Outro objetivo importante da empresa é incentivar o uso de soluções que ajudem a contrabalancear a emissão de gases de efeitos estufa em fazendas que trabalham como fornecedoras.

A empresa diz que quer zerar o desmatamento ilegal da Amazônia na cadeia de produção até 2025 e expandir a atuação para outros biomas brasileiros até 2030 e pretende utilizar a Plataforma Pecuária Transparente, para atingir estes objetivos.

Segundo o CEO da empresa, a responsabilidade de adequar a produção às iniciativas sustentáveis é também dos próprios fornecedores, que terão apoio da JBS para conseguir cumprir objetivos:

“Nós não vamos apenas dizer o que eles precisam fazer, nós vamos estar lá apoiando de forma gratuita e orientando para a aplicação de práticas mais sustentáveis. E quando necessário, nós vamos contratar uma terceira parte para ajudar nesse processo e fazer isso acontecer.", disse.

Já há fornecedores da empresa que trabalham com regeneração de pastagens e outras iniciativas para diminuir o grande impacto ambiental da pecuária, entre desmatamento desenfreado e a emissão de gases por animais e frigoríficos.

No curso Decifrando as Criptomoedas" da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, head de criptoativos da EXAME, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o funcionamento. Confira.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.