Blockchain da Solana será ‘Visa dos ativos digitais’, diz Bank of America

Relatório afirma que Solana e outros blockchains podem se destacar e conquistar parte do mercado da Ethereum ao longo do tempo

O blockchain da Solana pode se tornar a “Visa do ecossistema de ativos digitais”, afirmou o Bank of America a seus clientes em uma nota publicada após encontro com Lily Liu, da Solana Foundation. Segundo o banco, a afirmação se dá porque o projeto "foca em escalabilidade, baixas taxas de transação e facilidade no uso".

A Solana teve uma forte adoção desde o seu lançamento em 2020. Foram liquidadas mais de 50 bilhões de transações (a Visa, gigante global de pagamentos, processou 164,7 bilhões de transações no ano que antecedeu 30 de setembro), mais de 11 bilhões de dólares em valor total bloqueado (TVL) e mais de 5,7 milhões de NFTs foram emitidos, escreveu o analista Alkesh Shah na nota publicada na última terça-feira, 11. O blockchain da Solana é otimizado para casos de uso do consumidor, como micropagamentos e jogos online, afirmou o banco.

“A Solana prioriza a escalabilidade, mas um blockchain relativamente menos descentralizado e seguro tem suas desvantagens, ilustradas por vários problemas de performance da rede desde o início”, disse Shah. “A Ethereum prioriza a descentralização e a segurança, mas às custas da escalabilidade, o que levou a períodos de congestionamento da rede e taxas de transação que podem ser maiores que o valor da transação que está sendo enviada”.

O Bank of America afirmou que Solana e outros blockchains podem conquistar parte do mercado da Ethereum ao longo do tempo, e começarão a se destacar pela adoção do usuário e pelo interesse do desenvolvedor.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também