Bitcoin deve buscar nova máxima no curto prazo, mas momento exige atenção

Entenda o cenário para o bitcoin e o ether segundo a perspectiva da análise técnica, após uma semana agitada no universo dos criptoativos

Por Lucas Costa*

O bitcoin atingiu os tão esperados 60.000 dólares e subiu aproximadamente 12,50% na última semana, retomando um patamar de preço que não era atingido desde abril deste ano. O entusiasmo do mercado se deu muito à aprovação pela SEC do primeiro ETF de futuros de bitcoin dos EUA, iniciativa que há muito tempo é esperada pelo universo cripto. A notícia pode ser encarada também como uma boa sinalização do presidente da instituição, Gary Gensler, que acredita nesse tipo de produto para proteção de investidores em um ambiente regulado.

No gráfico diário, a tendência de médio e curto prazo segue de alta, com uma inclinação ascendente da média móvel de 21 períodos, o que demonstra força da tendência. Acompanhamos a pernada de queda entre 14 de abril e 22 de junho (seta laranja) para definir quais as próximas resistências usando a ferramenta de retrações de Fibonacci (regiões de correção baseadas nas proporções de Fibonacci de um movimento anterior), e observamos o rompimento de uma importante resistência na faixa dos 56.400 dólares (retração de 76,4% de Fibonacci), que era a última resistência antes do topo histórico do criptoativo.

A expectativa para os próximos dias é de mais altas, porém, é importante saber se posicionar no momento, uma vez que o bitcoin está distante de médias (mostrando um preço “esticado”) e muito próximo de seu topo histórico (que naturalmente é uma resistência importante). O cenário de uma correção até os 56.500 dólares pode ser uma nova oportunidade de entrada para investidores que queiram aumentar posição ou ficaram de fora da alta recente. A dica para quem já está posicionado é de subir stops para próximo dos 51.000 dólares, protegendo parte de seus ganhos. As próximas resistências são 64.900 e 69.200 dólares.

 (TradingView/Reprodução)

Ethereum (ETH/BTC)

O ether teve uma semana estável em relação à anterior e é negociado a 0,06165BTC, depois de ter sofrido forte pressão vendedora e ser muito impactado pela valorização recente do bitcoin. O criptoativo possui uma tendência lateral de curto e médio prazo. O preço ensaia um rompimento da média móvel de 200 períodos (rosa). No gráfico diário, observamos que essa é uma região de importante suporte, onde compradores atuaram anteriormente e representa a correção de 76,4% de Fibonacci do movimento de queda entre 15 de maio e 23 de maio. O cenário dos próximos dias se encontra indefinido, porém com predominância de pressão vendedora, que caso o nível de 0,06025BTC seja perdido, pode levar ao teste do fundo da lateralidade em 0,05500BTC.

 (TradingView/Reprodução)

Lucas Costa é mestre em administração e economista pela Universidade Federal de Juiz de Fora, atuou como pesquisador acadêmico e professor nas temáticas de blockchain, criptomoedas e comportamento de consumo, sendo um dos fundadores do grupo de pesquisa Blockchain UFJF. Foi operador de câmbio em mesa proprietária com foco em análise técnica, e trader pessoa física em mercado futuro. Atualmente, é analista técnico CNPI do BTG Pactual digital, e apresenta a sala ao vivo de análises de maior audiência do Brasil.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também