Avalanche é uma alternativa viável à Ethereum, diz Bank of America

A AVAX, criptomoeda nativa da Avalanche, agora é a 12º maior em valor de mercado e chama a atenção de grandes empresas e instituições financeiras
Analistas do banco disponibilizaram um relatório sobre os potenciais do blockchain da Avalanche (Jin Lee/Bloomberg)
Analistas do banco disponibilizaram um relatório sobre os potenciais do blockchain da Avalanche (Jin Lee/Bloomberg)
Por CoindeskPublicado em 15/12/2021 11:25 | Última atualização em 15/12/2021 11:25Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Segundo um relatório recente do Bank of America, a capacidade da plataforma de contratos inteligentes Avalanche de escalonar enquanto permanece segura e descentralizada a torna uma alternativa confiável à Ethereum para projetos de DeFi, NFTs, jogos e outros ativos.

O recurso de subnet da Avalanche está aumentando a adoção, disse o banco, com mais de 380 projetos construídos na plataforma.

“As subnets permitem um tempo de liquidação mais rápido e custos mais baixos do que os blockchains alternativos”, com a validação de cerca de 4.500 transações por segundo, escreveram analistas liderados por Alkesh Shah na nota publicada em 10 de dezembro.

O valor total bloqueado (TVL) da Avalanche, ou o valor dos tokens mantidos nos protocolos DeFi, subiu 21% mês a mês e disparou 6.255% desde agosto, segundo os analistas do banco.

A decisão da Deloitte de utilizar a Avalanche para sua plataforma de alívio de desastres Close as You Go (CAYG) mostra como as corporações podem "se alavancar com a tecnologia de blockchain para aumentar a eficiência e reduzir custos", disse o Bank of America.

O AVAX, token nativo da Avalanche, é agora o 12º maior em valor de mercado, com 22,6 bilhões de dólares, e subiu 2.869% este ano, acrescentou a nota.

Texto traduzido por Mariana Maria Silva e republicado com autorização da Coindesk

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok