Autor de ‘Pai Rico, Pai Pobre’: compre bitcoin antes de crash histórico

Robert Kiyosaki reforça tese de que maior crash da história se aproxima e sugere investimento em criptomoedas; ele também criticou repressão da China ao setor

Autor do best-seller "Pai Rico, Pai Pobre", Robert Kiyosaki reforçou, na última quinta-feira, 23, a sua opinião de que uma grande crise econômica global se aproxima e sugeriu, mais uma vez, que as pessoas se protejam comprando outro, prata e criptomoedas como bitcoin e ether. Ele também comentou, nesta sexta, a repressão do governo chinês aos criptoativos dizendo se tratar de um risco à liberdade.

“Governo dos EUA sem dinheiro. Quebra iminente. Os democratas culpam os republicanos pelo problema. A Evergrande, maior incorporadora imobiliária da China, com 800 projetos em 200 cidades, sem dinheiro. Entendeu a mensagem? Compre ouro, prata, bitcoin e Ethereum antes do maior crash da história. Tome cuidado”, publicou, nas redes sociais.

Não é a primeira vez que o autor de um dos livros sobre finanças pessoais mais populares de todos os tempos fala sobre o assunto para os seus mais de 1,7 milhão de seguidores no Twitter. Recentemente, já tinha publicado mensagens dizendo que a "a maior crise da história está a caminho" e que bitcoin e prata são os seus investimentos preferidos.

Ele também já falou publicamente sobre o seu interesse pelo mercado cripto, inclusive dizendo que tem bitcoin. Em maio, quando a criptomoeda caiu mais de 50% desde o seu preço recorde, chegou a citar uma faixa de preço na qual faria novos aportes.

Nesta sexta-feira, 24, Kiyosaki também comentou sobre o documento do Banco Popular da China que reforça as posições contrárias ao criptoativos do governo e do banco central chineses. "China anunciou esta manhã nova repressão aos criptoativos. O que isso significa? Que a china está perto de lançar uma criptomoeda do governo. Se os EUA seguirem pelo mesmo caminho, e a moeda digital do Fed significar a proibição do bitcoin, os EUA se tornarão um governo centralizado, como a China, começando o comunismo americano e dando fim à nossa liberdade. Tome cuidado".

O tema também não é novo para o escritor, que já publicou diversas críticas à forma como governos controlam o nosso dinheiro e como bancos centrais manipulam a economia. Até 2020, ele citava a prata e o ouro como principais portos seguros. Desde então, cita também o bitcoin, que considera "o ouro digital da nossa era".

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também