Future of Money

Aprovação de ETFs de Solana depende de troca na presidência da SEC, diz analista

Gestoras entraram com pedidos para lançar ETFs de sol nos Estados Unidos, mas aprovação pode depender de resultado das eleições presidenciais

Possível ETF de Solana entrou no radar de investidores (NurPhoto/Getty Images)

Possível ETF de Solana entrou no radar de investidores (NurPhoto/Getty Images)

João Pedro Malar
João Pedro Malar

Repórter do Future of Money

Publicado em 28 de junho de 2024 às 14h32.

Última atualização em 28 de junho de 2024 às 14h42.

A VanEck e a 21Shares, duas grandes gestoras do mercado financeiro, entraram nesta semana com pedidos junto à SEC para lançar ETFs de Solana nos Estados Unidos. Entretanto, Eric Balchunas, analista da Bloomberg, acredita que a aprovação dos fundos negociados em bolsa de preço à vista da criptomoeda depende de uma mudança no comando do regulador.

Balchunas falou sobre o tema em uma entrevista para o site Cointelegraph. Na sua avaliação, o atual presidente da Comissão de Valores Mobiliários, Gary Gensler, ainda possui a visão de que a criptomoeda sol seria um valor mobiliário, o que impediria a aprovação desses novos pedidos de ETFs.

Por isso, o analista defende que a chance de aprovação dessas solicitações está "intimamente ligada" à eleição presidencial dos Estados Unidos neste ano. Balchunas acredita que os ETFs de Solana só seriam aprovados se ocorresse uma mudança na presidência da SEC.

E, para isso se concretizar, ele afirma que seria necessário que o atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, perdesse a eleição para seu adversário, Donald Trump, já que Biden apoia Gensler no cargo e provavelmente o indicaria novamente, ou então nomearia alguém com perfil semelhante.

Balchunas acredita que, se Trump fosse eleito, ele provavelmente indicaria um nome para a presidência da SEC mais favorável ao mercado de criptomoedas, refletindo seu esforço neste ano de aproximação com o setor, buscando tanto doações de campanha quanto possíveis votos no pleito.

Na visão do analista da Bloomberg, a chance de Trump ganhar a eleição, trocar a presidência da SEC e os ETFs de Solana serem aprovados está "maior do que ontem, mas não vamos compartilhar um número exato para isso no momento. Está muito cedo".

Balchunas acredita ainda que os pedidos enviados pelas gestoras buscam se aproveitar exatamente da janela de eleições nos Estados Unidos: "Eu vejo esses pedidos como um investimento em opções nas eleições. As eleições ocorrem entre os 240 dias que a SEC terá para avaliar esses pedidos".

Em 23 de maio, a SEC surpreendeu o mercado e aprovou o lançamento de ETFs de ether no país, mudando uma avaliação de que a criptomoeda seria um valor mobiliário. Desde então, investidores aumentaram as apostas na aprovação de ETFs de outros ativos, como da Solana.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | TikTok

Acompanhe tudo sobre:CriptomoedasCriptoativosETFs

Mais de Future of Money

União Europeia vai apoiar projeto que usa blockchain para criar soluções de sustentabilidade

ETFs de Ethereum podem atrair US$ 10 bilhões e levar cripto à máxima histórica, diz analista

Show com Lauryn Hill e Mano Brown no Allianz Parque lança NFTs comemorativos

Governo da Alemanha conclui vendas de bitcoin e soma R$ 15 bilhões arrecadados

Mais na Exame