Acompanhe:

Analista da Bloomberg: bitcoin está barato e pode ter uma das maiores altas da história

Mike McGlone publica sequência de mensagens sobre o mercado cripto e vê possibilidade de reversão da relação risco-recompensa do bitcoin no segundo semestre

Modo escuro

Continua após a publicidade
Bitcoin pode mudar tendência e voltar a subir no segundo semestre, segundo analista (Reprodução/Shutterstock)

Bitcoin pode mudar tendência e voltar a subir no segundo semestre, segundo analista (Reprodução/Shutterstock)

D
Da Redação

Publicado em 8 de julho de 2022 às, 17h45.

Última atualização em 8 de julho de 2022 às, 19h09.

O analista sênior da Bloomberg, Mike McGlone, divulgou mensagens recentes falando sobre a possibilidade de uma reversão na relação risco-recompensa do bitcoin e do mercado cripto de forma geral.

(Mynt/Divulgação)

"Com o Bloomberg Galaxy Crypto Index se aproximando de uma queda semelhante ao que aconteceu em 2018 e o desconto do bitcoin em suas médias móveis de 50 e 100 semanas semelhantes aos fundos anteriores, o risco versus recompensa está se inclinando para investidores responsivos no segundo semestre", publicou no Twitter, indicando métricas favoráveis à criptomoeda e citando o índice que mede o desempenho do mercado cripto.

Ele também afirmou que vê dois possíveis cenários para o bitcoin e o mercado cripto para o resto do ano: uma das maiores altas ou a falha completa — e completou, dizendo acreditar mais na primeira opção: “O bitcoin pode ser um dos maiores mercados em alta da história a um preço relativamente baixo para começar o segundo semestre. Ou a criptomoeda pode ser um experimento fracassado no processo de se tornar redundante, como o petróleo bruto. Nosso viés é que a adoção do bitcoin é mais provável de continuar aumentando”, escreveu, junto com um gráfico em que compara o desempenho da criptomoeda e do petróleo bruto com o índice de ações S&P 500.

Ainda segundo McGlone, ainda existe potencial para mais quedas no mercado cripto, mas, mesmo nesse caso, ele ainda acredita que o bitcoin e outros ativos digitais eventualmente voltarão a subir: "Que duas das quatro principais criptos listadas no CoinMarketCap em 5 de julho sejam stablecoins pareadas com o dólar é indicativo de um mercado em baixa e o potencial de cripto dólares para continuar sua ascensão”, completou.

O bitcoin é negociado no momento a US$ 21.815, acumulando alta de 11,3% na última semana. Os ganhos se intensificaram na quinta-feira, 8, e na manhã desta sexta, mas a criptomoeda falhou em romper a faixa de US$ 22 mil. Mesmo assim, o movimento foi suficiente para levar o valor de mercado total do setor de ativos digitais de volta à marca de mais de US$ 1 trilhão, aumentando o otimismo com o curto prazo.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | TikTok

Últimas Notícias

Ver mais
Stablecoin de dólar do PayPal tem queda de 38% na circulação em março
Future of Money

Stablecoin de dólar do PayPal tem queda de 38% na circulação em março

Há 3 horas

Criptomoeda ligada ao Telegram dispara 13% e entra na lista das 10 mais valiosas do mercado
Future of Money

Criptomoeda ligada ao Telegram dispara 13% e entra na lista das 10 mais valiosas do mercado

Há 5 horas

“Pode ser uma boa hora para trocar seus bitcoins por ether”, diz analista
Future of Money

“Pode ser uma boa hora para trocar seus bitcoins por ether”, diz analista

Há 5 horas

Receita Federal anuncia consulta pública sobre declaração de criptomoedas
Future of Money

Receita Federal anuncia consulta pública sobre declaração de criptomoedas

Há 6 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais