Fintechs: Geru e Rebel fazem fusão de R$ 1 bi para mercado de crédito pessoal

Companhia nasce avaliada em R$ 1 bilhão e prevê originar R$ 9 bilhões em crédito em 2025

Foi dada a largada para a consolidação das fintechs e o surgimento dos grandes competidores do futuro para o mercado de crédito. As duas maiores plataformas de crédito pessoal, Geru e Rebel, vão anunciar hoje uma combinação de negócios, conforme o EXAME IN apurou com fontes a par do assunto.

Na companhia resultante, a Geru representará cerca de 65% do total e a Rebel, 35%. A empresa nasce avaliada em R$ 1 bilhão e com um projeto de multiplicar por 10 a originação de crédito, de um total estimado de R$ 900 milhões neste ano para mais de R$ 9 bilhões em 2025.

  • Inscreva-se no EXAME IN e saiba hoje o que será notícia amanhã

O objetivo é que a empresa seja um dos principais participantes para extrair riqueza de um mercado estimado em R$ 1,2 trilhão e que viverá um ciclo totalmente novo, auxiliado pela facilidade do brasileiro em adotar novas tecnologias e impulsionado pelo novo ambiente regulatório com o open banking. As marcas, contunto, seguem separadas, ainda que os negócios e os sócios fiquem abaixo de uma só holding, a Open Co. Mas, juntas, as companhias querem chegar a uma receita de R$ 3,4 bilhões ao fim de 2025.

 

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.