Música: Streaming supera venda física pela primeira vez

Segundo o relatório, a receita do serviço de streaming teve um crescimento de 41.1%, em 2017

Nesta terça-feira, a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, em inglês) divulgou o relatório da indústria mundial, e mostrou que os serviços de streaming vivem um momento único: as receitas obtidas pela distribuição digital de música superou as receitas de vendas físicas e de downloads, no mundo todo.

Os resultados bem sucedidos de plataformas como o Spotify e a Apple Music já eram considerados anúncios desta superação de receita dos serviços. Além disso, este crescimento comprova que a indústria musical tem se recuperado (os números são positivos desde 2015).

O relatório da IFPI mostrou que houve uma queda no número de downloads de músicas e nas vendas físicas (como em CDs e DVDs). O mundo agora é do streaming.

Confira os resultados:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.