A página inicial está de cara nova Experimentar close button

SuperAgro: podcast discute a recuperação do PIB do setor

Avanço do plantio de soja e alta na produção de bovinos sustentam expectativa; podcast recebe José Reinaldo de Souza Júnior, diretor de macroeconomia do Ipea

Depois de cair 2,8% no segundo trimestre, com as geadas e outras condições climáticas que afetaram a lavoura, o PIB do agronegócio já começa uma retomada. O avanço do plantio da soja, carro-chefe da agricultura nacional, sinaliza boas perspectivas para o segundo semestre. As vendas de suínos e aves também vem aumentando. Com isso, a expectativa é de um crescimento na casa de 2% no resultado do agro no terceiro trimestre, de acordo com o Ministério da Economia.

Mais uma vez, a agropecuária deve fechar o ano no azul, o que representa uma boa notícia. A produção agrícola e de carnes representa 7% do PIB do país. Quando considerada toda a cadeia do agronegócio, que inclui serviços relacionados ao campo e à agroindústria, esse percentual sobe para cerca de 25%. 

De acordo com projeções do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgadas nesta quinta, 23, o crescimento do agro deve ser puxado por altas significativas na produção de soja (+10,1%), arroz, (+4,3%) e trigo (+32,9%). As preocupações com o milho e o café, no entanto, continuam. Devido a questões climáticas, a produção de milho deve apresentar uma queda de 15,5%. O café deve sofrer ainda mais, com uma redução estimada de 21,2% na colheita.

As estimativas para o PIB do agronegócio neste ano são o tema deste episódio podast SuperAgroque vai ao ar semanalmente, trazendo os desafios, as oportunidades e os grandes personagens do agronegócio brasileiro. O economista José Reinaldo de Souza Júnior, diretor de macroeconomia do Ipea, é o entrevistado desta edição.

"O Ipea, o IBGE e a Conab estão investindo muito em dados, algo que representou um problema no passado, para fazer projeções econômicas melhores, já que isso afeta muito o PIB e a inflação, principalmente a de alimentos", diz Souza Júnior. A intenção é aprimorar os índices de mensuração dos resultados do setor e as projeções.

Diante dos problemas causados pela seca prolongada no início do ano e as geadas no inverno, além de outros fatores, o Ipea reviu a expectativa de crescimento do PIB da agropecuária para este ano, que passou de 1,7% para 1,2%.

Para 2022, o cenário é mais positivo, com uma expansão estimada em 3,4%, com a recuperação da produção de bovinos, que vem apresentando queda nos últimos dois anos, e uma nova alta na venda de carne suína. O aumento estimado de produção animal para o ano que vem é de 2,2%. A agricultura, por sua vez, deve crescer 3,9%, com boas perspectivas para a soja e o milho.

O podcast SuperAgro vai ao ar todas semanas com os principais desafios e oportunidades do agronegócio, com apresentação de Carla Aranha, repórter de macroeconomia da EXAMEClique aqui para ver o canal e não deixe de acompanhar os próximos programas.

Assine a EXAME e acesse as notícias mais importantes em tempo real.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também