Tom Cruise volta aos cinemas em ‘No Limite do Amanhã’

O longa traz um visual característico de videogames e uma premissa simples: em uma guerra contra alienígenas

“No Limite do Amanhã” é a aposta milionária dos estúdios Warner Bros e de Tom Cruise para conseguir o título de blockbuster do ano. O longa traz um visual característico de videogames e uma premissa simples: em uma guerra contra alienígenas (que parecem saídos de “Matrix”), Bill Cage descobre que consegue viver a mesma realidade inúmeras vezes mesmo após ter sido morto.

A atraente proposta do filme é pagar um ingresso para ver Cruise morrer não só uma, mas diversas vezes em duas horas. Em entrevista em Londres, o ator de 51 anos explica sua atração pela imortalidade. “Adoro o conceito de poder viver o mesmo dia várias vezes. Este personagem faz propaganda da guerra, mas não tem coragem de lutar. Ele não é soldado e não quer se envolver com guerra até ser forçado”, diz. “E o relacionamento com a Rita é interessante para o público”, disse, referindo-se à parceira de trabalho Emily Blunt.

Coadjuvante

Estrelar um filme ao lado de Tom Cruise pode não ser a tarefa mais fácil do mundo. “Estou sempre atrás de personagens femininos fortes. Rita é certamente uma das mais corajosas e perigosas que eu já interpretei. Ela é o rosto da guerra e ele, Tom, é o covarde”, disse à reportagem, acrescentando que treinou a técnica de luta israelense krav-magá. “Essa é a arte marcial que mais prejudica o oponente com mais rapidez”, diz a atriz de 31 anos que recentemente se tornou mãe.

Nada mal para a britânica que escolheu a carreira de atriz para vencer um problema de fonoaudiologia. “Eu não conseguia me comunicar quando era criança”, confessa. “Falo sobre isso abertamente. Foi um professor na escola quem me pediu para fazer vozes engraçadas em aulas de teatro. Eu tinha 12 anos e foi assim que consegui vencer o problema de fala”, admite a atriz, que quebrou o nariz durante as filmagens.

Sobre a criação do filme, Blunt explica que ele só se tornou possível graças a um processo colaborativo. “Participei de reuniões tarde da noite com o Tom. Muitas vezes não concordávamos, justamente porque a historia é tão complexa. Mas essa é a maneira de criar algo ótimo”, explica, afirmando que Cruise é sempre aberto a novas sugestões. “Nós nos divertimos muito, e eu queria trabalhar com a Emily desde que assisti aos seus primeiros filmes”, elogiou Cruise.

“No Limite do Amanhã” é a adaptação do livro de Hiroshi Sakurazaka, “All You Need Is Kill”, de 2004. O planeta Terra luta contra a invasão de inteligente e esquisitos alienígenas. Cruise interpreta William Cage, um defensor da guerra que tem quase ou nenhum contato com as consequências da batalha que promove. Seu superior, General Brigham, irritado, resolve enviá-lo para o fronte de batalha utilizando uma esquisita armadura, apesar de Cage possuindo treinamento zero. Entretanto, após ser morto no primeiro minuto da batalha contra os extraterrestres, Cage descobre que consegue reviver a mesma cena várias vezes, algo de que ninguém mais tem conhecimento. Até ele encontrar a durona Rita.

“No Limite do Amanhã” traz ainda armaduras no estilo Robocop. A reportagem conferiu de perto os figurinos nos estúdios da Warner em noa arredores de Londres. São pesadas estruturas com alto de nível de detalhes e realidade. “Elas pesavam em torno de 38 quilos, mas com todo o aparato acoplado a elas, o peso chegava ao dobro. Eu e o Doug gargalhávamos planejando maneiras diferentes para que eu pudesse morrer naquela armadura”, disse o ator, acrescentando: “Quando faço um filme, não faço por fazer. Escolho aquele que pode se tornar o melhor”, explicou ele.

Outra batalha promete ser interessante fora das telas: Tom Cruise vai enfrentar diretamente Angelina Jolie, a protagonista da maior aposta dos estúdios Disney dos últimos tempos, “Malévola”. Que comece a luta pela maior bilheteria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

NO LIMITE DO AMANHÃ

Título original: Edge of Tomorrow. Direção: Doug Liman. Gênero: Ação (EUA/2014, 113 min.). Classificação: 14 anos.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.