‘Pânico’ terá o dobro da verba de produção na Band

Apesar disso, o criador do programa diz querer manter a amizade com sócios da RedeTV!, Marcelo de Carvalho e Amilcare Dallevo

São Paulo – O Pânico na Band, novo nome do Pânico na TV!, terá o dobro da verba de produção que recebia da RedeTV! Que, aliás, não paga ao criador da atração, Tutinha, sua parte nas ações de merchandising do humorístico há mais de um ano. Apesar disso, o produtor diz querer manter a amizade com sócios da RedeTV!, Marcelo de Carvalho e Amilcare Dallevo.

“Eu sou muito grato à RedeTV! por esses dez anos de parceria. Gosto muito do Dallevo e do Marcelo e não ligo para os seus ataques. Eu entendo a atitude deles, é como a de uma namorada magoada”, diz Tutinha. Na última quinta, durante coletiva de imprensa, um alterado Marcelo de Carvalho disse que irá processar o criador do Pânico por danos morais após ter lido a uma declaração em que Tutinha diz ter melhor estrutura técnica na Band do que na RedeTV!. “Na Band, vamos ter duas vezes mais verba de produção, mas isso não tem nada a ver com a estrutura. A RedeTV! é uma das emissoras mais bem equipadas do país.”

Tutinha conta que o contrato com a Band foi assinado sob os mesmos termos do que vigorava na RedeTV! e afirma ter decidido mudar de emissora após atraso de quatro meses de salário. “Os atrasos começaram a afetar o pessoal da produção, as pessoas dependem de dinheiro para viver. Fiquei com medo de perder os humoristas, que estavam há quatro meses sem receber, para outra emissora e fechei com a Band. Não foi nada premeditado.”

Tutinha diz que o Pânico na Band estreia em 1º de abril, “se tudo der certo”, e terá reprise nas noites de sexta. “É o renascimento do programa.”

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.