Panerai homenageia China e ano do rato

Marca de relógio se inspira no calendário chinês para nova peça

Virou tradição da Panerai. Desde 2009, a relojoaria lança anualmente uma edição limitada em homenagem ao animal que, segundo o horóscopo chinês, representa cada ano.

O primeiro foi o boi. O próximo, o 12º da coleção, presta tributo ao rato – o ano do roedor começa no dia 11 de fevereiro. Trata-se do Panerai Luminor Seland, relógio limitado a 88 unidades.

O animal foi gravado a mão na cobertura de aço de cada modelo. O processo levou cerca de 50 horas para cada relógio e se valeu de uma espécie de bisturi, com o qual foram feitas pequenas incisões, preenchidas em seguida com fios de ouro. A caixa de aço escovado mede 44 milímetros e a pulseira é de couro de bezerro com costura bege.

O lançamento, sustenta a relojoaria, espelha as principais características dos nascidos sob o signo de rato – a ambição e a astúcia para se adaptar a qualquer situação e para superar as armadilhas da vida cotidiana. Preço: US$ 23,600. panerai.com‎

Panerai Luminor Seland Panerai Luminor Seland: homenagem ao ano do rato

Panerai Luminor Seland: homenagem ao ano do rato (Panerai/Divulgação)

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.