Motel de São Paulo inaugura suítes com espaço para arte

Conheça as novas cabines do Lush Motel, em São Paulo, ambientes nos quais se destacam fotos artísticas com os quatro elementos: água, ar, terra e fogo

Depois de lançar um motel com uma decoração que buscava mexer com os cinco sentidos,o Lush Motel, em São Paulo,apresenta uma coleção de suítes assinada pela arquiteta Fabíola Fera e pela fotógrafa e artista multimídia Raquel Brust, reconhecida internacionalmente pelo projeto Giganto.

Na decoração, a dupla vestiu os espaços com um design que remete ao Ar, Fogo, Terra e Água, elementos que, em conjunto, oferecerão uma experiência sinestésica que promete muito prazer ao visitante. A inauguração, realizada no próximo dia 17, será uma espécie de exposição, na qual os visitantes poderão apreciar os espaços e conferir as fotografias.

Raquel conta que a ideia de transformar as suítes em instalações com fotos gigantes é transportar o casal a um universo paralelo de atmosfera moderna e futurista. A partir de uma extensa pesquisa feita pela dupla, a cada elemento é atribuído uma série de significados e simbolismos que ajudam a entender a influência deles sobre a humanidade.

Na China, a vida é entendida através da complementaridade das energias Yin e Yang, o Fogo e o Ar são considerados elementos ativos e estão relacionados com a energia masculina, Yang. Enquanto a Água e a Terra, elementos passivos, referem-se à energia feminina, Yin.

Raquel encontrou na energia pulsante das faíscas, a inspiração para a suíte do elemento Fogo. Os raios de luz e calor representam a potência do encontro, a celebração e a renovação de todas as energias.

Para a Água, a chuva é o símbolo universal de fecundidade, é esse elemento que nutre e faz florescer os sentimentos. “Na água temos a liberdade de dissolver nossas amarras e aproveitar a leveza do corpo”, divide a artista Raquel.

Para a energia Ying, o elemento ar que simboliza a mente, os pensamentos e o conhecimento, tem o elo com a fumaça para esquecer da matéria e consagrar o espírito, representando a conexão entre o terrestre e o celeste.

Da sólida manifestação terrena, atribuímos a matéria tudo que é perene, estável e palpável. Para representar essa densidade, a artista escolheu os cristais, a pedra ametista de cor violeta, considerada a pedra da sabedoria equilibrada e humildade, usada para aliviar tensões mentais.

Veja nas imagens os detalhes das novas suítes.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.