Morre o inventor do fuzil AK-47

Kalashnikov enfrentava uma longa doença, e estava internado em um hospital da cidade

Mikhail Kalashnikov, o inventor da arma mais utilizada no mundo, o fuzil AK-47, morreu nesta segunda (23) em um hospital da república russa de Udmúrtia. Ele tinha 94 anos.

Segundo a imprensa local, Kalashnikov sofria de problemas cardíacos, e estava internado em um hospital de sua cidade natal, Izhevsk. A notícia foi divulgada por autoridades russas. 

“Hoje, 23 de dezembro, nos chegou a triste notícia: após uma longa e grave doença, faleceu aos 94 anos o lendário projetista de armas de fogo Mikhail Timofeyevich Kalashnikov”, escreveu um oficial.

Kalashnikov tinha cerca de 20 anos quando começou a trabalhar em sua maior criação. O AK-47 ganhou fama porque raramente trava em situações de combate. Até hoje ele é utilizado pelas forças armadas russas e por milícias ao redor do mundo.

Apesar disso, Kalashnikov dizia preferir ter inventado um objeto menos letal. “Gostaria de ter inventado uma máquina que as pessoas pudessem usar, que pudesse ajudar fazendeiros com seu trabalho”, disse em passagem pela Alemanha. 

O fuzil também é muito conhecido no mundo dos games, principalmente os de tiro em primeira pessoa. Franquias como Call of Duty, Medal of Honor e Battlefield estão entre as que oferecem a arma como opção de equipamento.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.