Marcelo sofre espasmo nas costas e é dúvida para encarar o México

Depois do jogo, CBF informou que o jogador apresentou uma melhora após ser medicado e continua em tratamento e avaliação

Moscou – Substituído aos 9 minutos do primeiro tempo na vitória por 2 a 0 do Brasil sobre a Sérvia, nesta quarta-feira, em Moscou, pela terceira e última rodada da primeira fase da Copa do Mundo, o lateral-esquerdo sofreu, segundo a CBF, espasmo na musculatura estabilizadora da coluna. Espasmo é uma contração muscular involuntária, que provoca o enrijecimento prolongado do músculo.

Depois do jogo, a CBF informou que o jogador apresentou uma melhora após ser medicado e continua em tratamento e avaliação. Ainda não se sabe quanto tempo Marcelo ficará sem poder jogar, entregue ao departamento médico.

As lesões têm tirado o sono de Tite nesta Copa do Mundo. Desde a apresentação dos jogadores para início dos treinos, em 21 de maio, até agora, Tite só conseguiu realizar dois treinos com os 23 jogadores à disposição. O principal motivo são as contusões.

Renato Augusto sentiu o joelho, Fred levou uma pancada em treino, Danilo se machucou treinando, Douglas Costa se contundiu no jogo contra a Costa Rica. Sem contar que Neymar e Fagner se apresentaram depois de período longo sem jogar por causa de lesões graves. O problema é que isso afeta o time dentro da Copa. Tite queria usar Douglas Costa como titular e não poderá, no meio-campo, Renato Augusto ainda não está bem fisicamente para substituir Paulinho

Se Marcelo não conseguir se recuperar a tempo de enfrentar o México, segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, o reserva Filipe Luís deve continuar como titular da equipe. “Só sei que ele [Marcelo] teve um problema nas costas. Sei que foi nas costas, mais do que isso o doutor [Rodrigo Lasmar] pode falar. Ele falou que travou quando estava saindo de campo”, disse o técnico Tite.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.