Jornalista ucraniano segue preso após agredir Brad Pitt

Vitali Sediuk, que já atacou outros artistas em público, também foi impedido de se aproximar de Brad Pitt por um prazo de cinco dias

O jornalista ucraniano Vitali Sediuk permanecia detido nesta quinta-feira, em Los Angeles, após dar um soco no rosto do ator Brad Pitt durante a estreia do filme “Malévola”, protagonizado por Angelina Jolie, informou a polícia.

Sediuk, que superou a barreira de segurança no cinema “El Capitan” e atacou o ator antes do início do filme, foi detido na noite de quarta-feira, e teve a fiança fixada em 20 mil dólares, revelou o porta-voz do departamento da Polícia de Los Angeles (LAPD), Sally Madera.

O jornalista, que já atacou outros artistas em público, também foi impedido de se aproximar de Brad Pitt por um prazo de cinco dias.

Pitt e Angelina Jolie não se abalaram com a confusão.

Vitali, 25 anos, é um jornalista de televisão que ganhou notoriedade pelos incidentes com celebridades.

Durante o recente festival de Cannes, Sediuk se meteu sob o vestido da atriz americana America Ferrara, que posava para fotos no tapete vermelho.

Na última edição do Grammy, Vitali subiu no palco após Jennifer López anunciar um prêmio para a cantora britânica Adele, e acabou passando a noite na prisão.

Entre as vítimas do “mala” também estão Will Smith, Leonardo DiCaprio e Madonna.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.