Anitta, a sensação deste Carnaval, desfilará em seu bloco no centro do Rio

Show acontecerá neste sábado; em resposta a fã sobre seu figurino, cantora deu aula de marketing

São Paulo — Ninguém pode reclamar de falta de agito neste carnaval. Teve Claudia Leitte sendo içada por cabos no Circuito Dodô em Salvador, Paolla Oliveira e Iza reinando na Sapucaí, Daniel Alves e seu Jorge dominando a festa em seu trio elétrico em São Paulo (até uma briga acabar com a alegria). Mas a sensação deste ano foi a cantora Anitta, que desfilará pelo centro do Rio de Janeiro neste sábado.

O Bloco da Anitta sairá pela avenida Presidente Antônio Carlos, no centro do Rio, logo cedo, a partir das 8h30. Será a quinta edição do bloco, que este contará ainda com a participação de Luísa Sonza e Pedro Sampaio. Os fãs podem esperar mais barulho por parte da cantora, que causou este ano com seus figurinos de animais em passagem por cinco estados brasileiros.

No ano passado, Anitta homenageou cantoras dos anos 90, de Christina Aguilera a Tiazinha. Desta vez, resolveu se fantasiar de animais, de urso panda a cobra, de cavalo marinho a sapo. Todos os figurinos traziam um elemento em comum, além do tema: o maiô cavado. O que levou uma seguidora em sua conta no Instagram a ironizar: ‘Só usa bunda assim, Jesus?”. A resposta veio à altura e foi considerada uma aula de marketing.

“Isso se chama estratégia de continuidade”, explicou Anitta. “É uma das táticas para transformar seu produto em algo além do que a oferta principal, no meu caso, a música. Repare que desde o Rock in Rio só usei o mesmo estilo de cintura baixa com calcinha para o alto. Este mês os shorts da coleção mal chegaram e já estão sold out em todas as lojas.”

A lição foi além: “Agora a continuidade é esta… Se você pesquisar já vai ver várias pessoas se fantasiando dessa forma no Carnaval. Assim você pulveriza sua marca de maneira natural e indireta, não ficando dependente 100% do desempenho de seu produto principal. Sua marca continua em alta. Lá na frente a gente tira o proveito projetado dessa criação e partimos para outra.”

Anitta é considerada um exemplo no gerenciamento de sua carreira. Recentemente, ela foi anunciada como head de inovação da Ambev. Em parceria com a empresa, lançou o Skol Beat GT, um gim tônica em latinha. Desde 2014, ela administra seus próprios negócios. Parcerias, ações, contratos, tudo é resolvido por ela. Seu cachê não é dos mais altos – mas ela compensa o rendimento mais modesto fazendo em torno de 20 apresentações por mês, ganhando em volume e conseguindo muita projeção na mídia.

Para ampliar seu público, ela canta – bem – em inglês e em espanhol e criou uma versão infantil de sua apresentação chamada o Show das Poderosinhas. Nessa linha de diversificação, já fez parcerias com artistas variados, de Caetano Veloso a J. Balvin.

A cantora também sabe usar as diversas plataformas. Para o lançamento do álbum Checkmate, lançou um videoclipe por mês, gerando expectativa entre seu público. Com isso, totalizou mais de 135 milhões de views. No ano passado, ela foi protagonista de um documentário sobre sua própria vida na Netflix, em que expõe sua vida familiar e dramas particulares. A repercussão foi grande. Para Anitta, a festa parece nunca ter fim.

Suporte a Exame, por favor desabilite seu Adblock.