Esporte

Michael Jordan vende franquia da NBA por valor bilionário; saiba mais

A transação encerra os 13 anos de Jordan como acionista majoritário do time de basquete

A conclusão da venda ainda depende da aprovação da NBA. (Foc Kan/WireImage/Getty Images)

A conclusão da venda ainda depende da aprovação da NBA. (Foc Kan/WireImage/Getty Images)

Júlia Storch
Júlia Storch

Repórter de Casual

Publicado em 17 de junho de 2023 às 11h33.

Por 3 bilhões de dólares (aproximadamente 13 bilhões de reais), Michael Jordan vendeu sua participação majoritária no Charlotte Hornets para um grupo liderado por Gabe Plotkin e Rick Schnall. A transação encerra os 13 anos de Jordan como acionista majoritário do time de basquete.

A conclusão da venda ainda depende da aprovação da NBA. Se aprovado, o acordo será vantajoso para Jordan que venderá sua participação com um valor acima do que é avaliado para o time, 1,7 bilhão de dólares, segundo a Forbes. Em 2010, Jordan comprou o time por 275 milhões de dólares.

Schnall é um proprietário minoritário do Atlanta Hawks e Plotkin é um proprietário minoritário do Hornets, e se tornarão os proprietários da franquia assim que a NBA concluir o processo de verificação e aprovação.

O grupo de compradores também incluirá Chris Shumway, Dan Sundheim, Ian Loring, Dyal HomeCourt Partners, o cantor da Carolina do Norte J. Cole e o cantor e compositor de música country Eric Church, e vários investidores locais de Charlotte como Amy Levine Dawson e Damian Mills.

Assim que a venda for concluída, Jordan manterá uma participação minoritária e manterá presença na franquia.

“Da mesma forma que é maravilhoso que um dos nossos maiores, Michael Jordan, possa se tornar o principal governador de um time, ele tem o direito absoluto de vender ao mesmo tempo”, disse o comissário da NBA Adam Silver no início deste mês na NBA Finais. “Os valores subiram muito desde que ele comprou aquele time, então essa é uma decisão dele.”

O Hornets chegou aos playoffs apenas duas vezes nas temporadas desde que Jordan comprou o time; eles perderam no primeiro turno nas duas vezes.

Jordan não comentou sobre a venda à imprensa.

Acompanhe tudo sobre:EsportesNBABasquete

Mais de Esporte

Fórmula 1 pode viver sem Mônaco, diz chefe da McLaren

Brasil fecha etapa do World Series de natação com 24 medalhas

GP do Canadá de F1 2024: horários e onde assistir ao vivo a corrida final

Endrick decide e Brasil bate México em preparação para a Copa América

Mais na Exame