Esporte

GP dos Estados Unidos de F1: entenda por que Lewis Hamilton foi desclassificado da prova

Penalidade também foi aplicada ao piloto monegasco Charles Leclerc

GP dos Estados Unidos de F1: Lewis Hamilton, piloto da Mercedes (Song Haiyuan/Getty Images)

GP dos Estados Unidos de F1: Lewis Hamilton, piloto da Mercedes (Song Haiyuan/Getty Images)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 23 de outubro de 2023 às 10h35.

Última atualização em 23 de outubro de 2023 às 11h10.

Neste fim de semana ocorreu a 18ª etapa da temporada do Grande Prêmio de Fórmula 1, com o GP dos Estados Unidos.

A corrida de domingo, 22, teve um desfecho surpreendente com a desclassificação de Lewis Hamilton (Mercedes) no GP dos EUA, após uma inspeção técnica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) constatar irregularidades nas pranchas do assoalho do carro.

A mesma penalidade foi aplicada a outro destaque da competição, Charles Leclerc (Ferrari), que também tinha problemas nos componentes de seu carro.

Consequentemente, o segundo lugar da prova ficou com Lando Norris, e o terceiro com Carlos Sainz. A liderança do GP ficou com o holandês Max Verstappen.

Em nota, a FIA explicou que Hamilton e Leclerc infrigiram o artigo 3.5.9.e do regulamento técnico da Fórmula 1. A inspeção apontou para erros na prancha de madeira no assoalho dos carros, que deve ser de pelo menos 10 mm.

O texto também informou que a Mercedes e a Ferrari reconheceram as irregularidades nos componentes e que as medições feitas pelos técnicos da FIA estão corretas. No entanto, as equipes das duas companhias alegaram que o desgaste nas pranchas foi provocado pela combinação da pista acidentada com o cronograma da corrida sprint, que resultou na redução do tempo de checagem nos carros antes do início da prova.

De qualquer modo, a saída de Lewis Hamilton do Grande Prêmio de Fórmula 1 impactou o cenário da disputa pelo vice-campeonato. Até então, o piloto mexicano Sergio Perez tinha desvantagem de 19 pontos na prova, que agora passou para 39. Por outro lado, Logan Sargeant (Williams) subiu da 12ª posição para a décima.

Confira o resultado do GP dos Estados Unidos de F1:

  1. Max Verstappen (RBR)
  2. Lando Norris (McLaren) +10s730
  3. Carlos Sainz (Ferrari) +15s134
  4. Sergio Pérez (RBR) +18s460
  5. George Russell (Mercedes) +24s999
  6. Pierre Gasly (Alpine) +47s996
  7. Lance Stroll (Aston Martin) +48s696
  8. Yuki Tsunoda (AlphaTauri) +1m14s385*
  9. Alexander Albon (Williams) +1m26s714
  10. Logan Sargeant (Williams) +1m27s998
  11. Nico Hulkenberg (Haas) +1m29s904
  12. Valtteri Bottas (Alfa Romeo) +1m38s904
  13. Guanyu Zhou (Alfa Romeo) +1 volta
  14. Kevin Magnussen (Haas) +1 volta
  15. Daniel Ricciardo (AlphaTauri) +1 volta
  16. Fernando Alonso (Aston Martin) - Abandonou a prova
  17. Oscar Piastri (McLaren) - Abandonou a prova
  18. Esteban Ocon (Alpine) - Abandonou a prova
  19. Lewis Hamilton (Mercedes) - Desclassificado
  20. Charles Leclerc (Ferrari) - Desclassificado
Acompanhe tudo sobre:Fórmula 1CorridaLewis Hamilton

Mais de Esporte

Com 1 bilhão de euros em receitas, Real Madrid se torna o 1º clube do mundo a atingir essa marca

Olimpíadas 2024: no handebol, Brasil estreia com vitória impecável contra Espanha

Olimpíadas 2024: conheça a Vila Olímpica e os alojamentos dos atletas em Paris; veja imagens

Por que o surfista Ítalo Ferreira está fora das Olimpíadas de 2024?

Mais na Exame