Esporte
Acompanhe:

Daniel Alves tem prisão decretada em Barcelona após acusação de assédio sexual

Jogador de 39 anos deu entrada na delegacia pela manhã e foi detido minutos depois

Daniel Alves: queixa da vítima está sendo investigada e foi levado aos tribunais (Eric Verhoeven/Getty Images)

Daniel Alves: queixa da vítima está sendo investigada e foi levado aos tribunais (Eric Verhoeven/Getty Images)

A
Antonio Souza

20 de janeiro de 2023, 15h46

A justiça espanhola decretou prisão preventiva e sem fiança do lateral-direto Daniel Alves, após acusação de uma agressão sexual em boate de Barcelona. O jogador havia sido levado pela Mossos d’Esquadra, Polícia Regional da Catalunha, na manhã desta sexta-feira, 20. 

Segundo a rádio espanhola Cadena SER e o canal TV3, o jogador de 39 anos deu entrada na delegacia pela manhã e foi detido minutos depois. O carro policial o levou à Ciutat de la Justicia de Barcelona, onde o juiz irá decidir sobre a acusação.

Alves é acusado de ter assediado uma mulher em uma boate no dia 30 de dezembro de 2022. A queixa da vítima esta sendo investigada e foi levada aos tribunais, segundo Tribunal de Justiça da Catalunha (TSJC).

A denúncia foi aceita pela justiça catalã em 10 de janeiro, segundo informações da Reuters. Em comunicado, o tribunal revelou que abriu processo “por um suposto crime de agressão em uma boate em Barcelona”. Apesar do comunicado não citar Daniel Alves, a agência de notícias informou que o suposto agressor seria o lateral.

Versão da vítima

De acordo com a vítima, que teve a identidade preservada, ela dançava em uma boate com amigos quando Daniel Alves a tocou por baixo de sua roupa íntima sem consentimento.

A mulher disse que relatou aos amigos o que havia ocorrido e procurou a equipe de segurança do estabelecimento, que iniciou o protocolo para casos de agressão sexual.

A polícia foi chamada ao local, mas ao chegar o jogador já havia ido embora.

Após a denúncia

Dias mais tarde, em 2 de janeiro de 2023, a vítima foi até a polícia catalã para registrar queixa por assédio sexual. Desde então, ela está recebendo apoio por parte do departamento encarregado desse tipo de crime, e a denúncia está judicializada e em fase de investigação, conforme explica o Tribunal Superior de Justiça da Catalunha (TSJC).

O lateral retornou ao México, onde se reapresentou ao Pumas e já entrou em campo na temporada de 2023.

Defesa do jogador

Daniel Alves nega as acusações em entrevista ao programa espanhol Y ahora Sonsoles. Leia a resposta na íntegra:

"Gostaria de negar tudo. Sim, eu estava naquele lugar, com mais gente, curtindo. E quem me conhece sabe que eu amo dançar. Eu estava dançando e curtindo sem invadir o espaço dos outros. Eu não sei quem é essa senhora. Nunca invadi um espaço. Como vou fazer isso com uma mulher ou uma menina? Não, por Deus. Já chega (com o assunto), porque estão sofrendo, principalmente o meu povo."

Depoimento e detenção

O brasileiro, que estava no México, retornou nesta semana à capital da Catalunha para testemunhar espontaneamente nesta sexta-feira, 20.

(Com informações do Globo)

LEIA TAMBÉM: