Esporte

Com participações em torneios internacionais, Fortaleza pode ultrapassar R$ 47 milhões em premiações

Tricolor disputou a Libertadores e chega, pela primeira vez, à final da Copa Sul-Americana após derrotar o Corinthians

Fortaleza players pose for a picture before the start of the Copa Sudamericana group stage second leg football match between Brazil's Fortaleza and Argentina's San Lorenzo, at the Arena Castelao stadium in Fortaleza, Brazil, on May 24, 2023. (Photo by Thiago Gadelha / AFP) (Photo by THIAGO GADELHA/AFP via Getty Images) (THIAGO GADELHA/Getty Images)

Fortaleza players pose for a picture before the start of the Copa Sudamericana group stage second leg football match between Brazil's Fortaleza and Argentina's San Lorenzo, at the Arena Castelao stadium in Fortaleza, Brazil, on May 24, 2023. (Photo by Thiago Gadelha / AFP) (Photo by THIAGO GADELHA/AFP via Getty Images) (THIAGO GADELHA/Getty Images)

Antonio Souza
Antonio Souza

Repórter da Home e Esportes

Publicado em 9 de outubro de 2023 às 10h41.

Na noite da última terça-feira, 3, o Fortaleza atingiu sua maior marca em uma competição internacional. Ao vencer o Corinthians por 2 a 0 (3 a 1 no agregado), o Leão do Pici garantiu vaga inédita para a final da Copa Sul-Americana diante de mais de 60 mil torcedores na Arena Castelão.

O número, inclusive, leva o clube à melhor média de público entre os brasileiros no torneio e ultrapassa a marca de 1 milhão de apoiadores em casa ao longo da temporada.

Tal resultado também proporciona ao clube uma premiação milionária, que rendeu US$ 2 milhões (R$ 10,3 milhões) apenas pela presença garantida na grande decisão. Com isso, durante todo o campeonato, o Tricolor já faturou US$ 5,35 milhões, o que equivale a R$ 27, 6 milhões. Caso o time levante a taça, o prêmio total pode passar para R$ 42 milhões.

Além disso, o Fortaleza também passou pela Copa Libertadores neste ano, sendo eliminado na terceira fase da competição, antes dos grupos. Foi a segunda vez consecutiva que a agremiação participou do principal torneio de futebol entre clubes profissionais da América do Sul e arrecadou cerca de R$ 5,39 milhões em premiação.

“A classificação foi um lindo momento na história do Fortaleza, onde pudemos comemorar com tanta alegria em um estádio lotado, em harmonia e com um jogo muito bem jogado pela nossa equipe. Em uma partida como essa, valendo vaga na final, tem que ter a sabedoria necessária e saber direcionar o placar, e acho que o clube foi muito bem nisso, assim como o Vojvoda e a comissão técnica também”, comenta Marcelo Paz.

Saltos financeiros

Desde que chegou ao Tricolor, em 2017, o dirigente pôde ver grandes saltos financeiros que contribuíram para o desempenho da equipe, como ressalta: “O nosso orçamento era de R$ 24 milhões e, neste ano, devemos bater R$ 300 milhões. De 2017 para 2023 é muito pouco tempo para crescer toda essa quantidade, mas é fruto de um trabalho realizado por diversas mãos que compõem o Fortaleza. E agora, com as premiações que já conquistamos, sabemos quão importante elas serão para que continuemos neste mesmo direcionamento em busca de mais resultados”.

A decisão da Sul-Americana acontece em partida única no dia 28 de outubro, no estádio Domingo Burgueño, no Uruguai. O adversário do Leão será decidido entre Defensa y Justicia e LDU Quito, que jogam nesta quarta-feira (4). Com o Fortaleza, o Nordeste volta a uma final internacional após 24 anos. A última vez foi em 1999, quando o CSA de Alagoas disputou a extinta Copa Conmebol.

Acompanhe tudo sobre:FortalezaFutebol

Mais de Esporte

Pela primeira vez na história, mulheres serão 55% da delegação do Brasil nas Olimpíadas de Paris

Flamengo x Fortaleza: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Palmeiras x Atlético-GO: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Mais na Exame