Esporte
Acompanhe:

Brasil tem 77% de chance de vencer Croácia e é favorito ao hexa, diz gênio das estatísticas

Seleção de Neymar e Vinicius Jr. é favorita nas semifinais contra a Argentina e na final contra a Inglaterra, no cenário mais provável do site 538

A seleção está nas quartas de final (Matthias Hangst/Getty Images)

A seleção está nas quartas de final (Matthias Hangst/Getty Images)

D
Da Redação

Publicado em 8 de dezembro de 2022, 18h34.

Última atualização em 8 de dezembro de 2022, 18h55.

Quer saber quem vai ser eleito presidente dos Estados Unidos, senador pela Geórgia ou campeão da Copa do Mundo? Consultar o site 538, do gênio das estatísticas Nate Silver, costuma ser um bom caminho.

Silver recorre a complexas bases de dados para traçar suas projeções. E tem uma boa e uma má notícia para o torcedor brasileiro às vésperas da partida contra a Croácia pelas quartas de final da Copa do Mundo. Das oito seleções remanescentes no Mundial, o Brasil é a que tem mais chances de ser campeão.

O problema: a probabilidade, aferida antes dos jogos de quartas de final, é de apenas 33%. À medida em que o Brasil for avançando, as chances de título, claro, crescem junto.

Vamos aos números. Para o 538, o Brasil tem 77% de chances de passar pela Croácia. É o maior favorito das quartas de final. Pelo mesmo modelo estatístico, a Argentina é favorita contra a Holanda (58% a 42%), Portugal é favorito contra Marrocos (68% a 32%) e a Inglaterra é levemente favorita contra a França (51% a 49%).

A partir daí, o site calcula as probabilidades em cada possível confronto. Se os favoritos avançarem, o Brasil seria novamente favorito contra a Argentina nas semifinais (64% a 36%). Do outro lado da chave, Inglaterra seria mais uma vez marginalmente favorita contra Portugal (51% a 49%).

Receba as notícias mais relevantes do Brasil e do mundo toda manhã no seu e-mail. Cadastre-se na newsletter gratuita EXAME Desperta.

Seguindo esta toada, o Brasil chega à final com 65% de possibilidades de sair campeão contra os ingleses. Também seríamos favoritos contra a França (67% a 33%), contra Portugal (66% a 34%) e contra Marrocos (81% a 19%).

O site chega às probabilidades levando em conta 20 mil simulações com dados como número de vitórias, gols, chutes a gol. Além de disso, leva em conta jogos recentes das seleções e histórico em Copas do Mundo.

As estatísticas estão a nosso lado. Mas há um ponto de atenção: em 2018 o 538 já tinha colocado o Brasil como principal favorito para vencer o mundial — o campeão, como se sabe, foi a França. Este ano, antes do início do torneio, o Brasil também era apontado como favorito, seguido pela Espanha — que caiu para Marrocos nas oitavas de final. O desafio, a partir do jogo desta sexta contra a Croácia, é confirmar o favoritismo em campo.

LEIA TAMBÉM:

Copa do Mundo no Catar marca a despedida de geração de astros do futebol

Endrick do Palmeiras fecha com o Real Madrid e sairá do clube em 2024