Esporte

Brasil é o país com o maior número de jogadores em transações do futebol mundial; veja valores

Ao todo, são 19 negociações que somam o valor de R$ 726 milhões de euros (cerca de R$ 2,117 bilhões)

Palmeiras confirmou a venda do atacante Estêvão, de 17 anos, para o Chelsea (Cesar Greco/ Palmeiras)

Palmeiras confirmou a venda do atacante Estêvão, de 17 anos, para o Chelsea (Cesar Greco/ Palmeiras)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 22 de junho de 2024 às 14h18.

Última atualização em 22 de junho de 2024 às 14h22.

Na manhã deste sábado, 22, o Palmeiras confirmou a venda do atacante Estêvão, de 17 anos, para o Chelsea. O contrato foi assinado hoje por cerca de 61,5 milhões de euros, sendo 45 milhões de euros fixos, e 16,5 milhões de euros em metas. O time paulista terá direito a 70% do valor, enquanto o atacante e sua família têm os outros 30%. Na cotação atual, os valores correspondem, respectivamente, a R$ 358 milhões ao todo, sendo R$ 262,1 milhões fixos, e R$ 96,13 milhões em metas.

O contrato de Estêvão é o exemplo mais recente da posição que o Brasil ocupa como um dos principais celeiros de jogadores. Um levantamento recente da Pluri Consultoria, com o ranking com as 100 maiores transações do futebol mundial, mostra que o Brasil é o país com mais jogadores, 19 atletas já foram negociados.

As 19 negociações somam o valor de R$ 726 milhões de euros (cerca de R$ 2,117 bilhões). O país que segue o Brasil é a Espanha, com 12 jogadores. A Argentina tem a terceira posição, com 11 atletas.

O Brasil lidera pela quantidade de jogadores, mas não em termos de valor. A maior transação da história, até o momento, foi a do atacante português Cristiano Ronaldo. O Real Madrid, da Espanha, pagou 94 milhões de euros ao Manchester United, da Inglaterra.

Em seguida, vem o meia francês Zidane, comprado pelo Real da Juventus, da Itália, por 73,5 milhões. Na sequência aparece Ibrahimovic, que custou 69,5 milhões de euros ao Barcelona quando veio da Inter de Milão; Kaká, contratado pelo Real do Milan por 65 milhões de euros; e Figo, cujo valor pago pelo Real ao Barça foi 60 milhões de euros.

Neymar foi a oitava maior contratação da história. O time catalão gastou 57 milhões de euros para tirar o brasileiro do Santos. Na cotação atual, isso significa que foram pagos ao time da Vila Belmiro cerca de R$ 166 milhões.

Acompanhe tudo sobre:PalmeirasFutebol

Mais de Esporte

Uruguai x Colômbia: onde assistir e horário pela Copa América

Internacional x Juventude: onde assistir e horário pela Copa do Brasil

Jogos de quarta-feira, 10 de julho, onde assistir ao vivo e horários

Corinthians confirma Ramón Díaz como novo técnico do clube

Mais na Exame