Esporte
Acompanhe:

Atos de vandalismo são registrados em Bruxelas após derrota da Bélgica para o Marrocos

Antes mesmo do final do jogo, no centro da cidade, pessoas encapuzadas entraram em confronto com forças policiais

Bélgica: agentes limpam rua de Bruxelas após vandalismo (Agence France-Presse/AFP Photo)

Bélgica: agentes limpam rua de Bruxelas após vandalismo (Agence France-Presse/AFP Photo)

A
AFP

Publicado em 27 de novembro de 2022, 16h38.

Última atualização em 27 de novembro de 2022, 16h38.

Vários atos de vandalismo foram registrados neste domingo, 27, em Bruxelas após a vitória do Marrocos sobre a Bélgica na Copa do Mundo, com "dezenas de pessoas" atacando mobiliário urbano e policiais.

Antes mesmo do final do jogo, no centro da cidade, "várias dezenas de pessoas, algumas delas encapuzadas, procuraram confronto com as forças de ordem, o que comprometeu a segurança pública", declarou a Polícia em comunicado.

A Polícia informou o uso de material pirotécnico, o lançamento de projéteis, a presença de manifestantes armados com bastões, um incêndio em via pública e a destruição de um semáforo.

"Um jornalista foi ferido no rosto por fogos de artifício", segundo a Polícia, que decidiu intervir com um canhão de água e gás lacrimogêneo.

As forças de segurança pediram aos habitantes e torcedores que evitassem determinados bairros do centro da capital belga.

Várias estações de metrô foram fechadas e ruas bloqueadas para limitar as multidões.

"Condeno veementemente os incidentes desta tarde. A Polícia já interveio com determinação. Assim, desencorajo os torcedores de irem ao centro da cidade. A Polícia usa todos os meios para manter a ordem pública", reagiu o prefeito de Bruxelas, Philippe Close, no Twitter.

"Ordenei à Polícia que proceda com as prisões administrativas dos vândalos", acrescentou.

VEJA MAIS: