Esporte

ASICS é a nova patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro

Parceria tem início no Parapan de Santiago e vai até os Jogos Paralímpicos de Paris 2024

Agora, o Brasil se une ao portfólio global da ASICS, que já patrocina o Comitê Paralímpico Japonês (George Gargiulo/ 360+/Divulgação)

Agora, o Brasil se une ao portfólio global da ASICS, que já patrocina o Comitê Paralímpico Japonês (George Gargiulo/ 360+/Divulgação)

Vinicius Lordello
Vinicius Lordello

Especialista em Gestão de Reputação e Crises no Esporte

Publicado em 13 de novembro de 2023 às 08h18.

A ASICS anuncia hoje que é a nova patrocinadora do Comitê Paralímpico Brasileiro. A parceria se inicia este ano nos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023, cuja cerimônia de abertura será no próximo dia 17 de novembro, e vai até os Jogos Paralímpicos de Paris 2024.

Para o primeiro evento, o patrocínio inclui o tênis GEL-Meteora que será utilizado por toda a delegação composta por 324 atletas, e para os Jogos Paralímpicos inclui uniforme completo com vestuário, calçado e acessórios para a delegação e vestuários para as modalidades de atletismo e vôlei sentado. Desde 2021, a ASICS patrocina um time de paratletas brasileiros. O grupo é formado por Edwarda Oliveira (vôlei sentado e parabadminton), Luiza Fiorese (vôlei sentado), Gustavo Carneiro (tênis de cadeira de rodas) e Vinicius Rodrigues (Paratletismo).

Agora, o Brasil se une ao portfólio global da ASICS, que já patrocina o Comitê Paralímpico Japonês. “É com grande orgulho e entusiasmo que anunciamos nossa parceria com o CPB, reforçando ainda mais os valores da ASICS e o compromisso que temos em trazer para todas as esferas nossa filosofia de uma mente sã em um corpo são. Apoiar o esporte e os atletas paralímpicos é fundamental para que consigamos traduzir de fato essa mensagem em ações concretas. Estamos ansiosos para fazer parte dessa jornada e contribuir para o sucesso contínuo do movimento paralímpico no Brasil”, comenta Alexandre Fiorati, Presidente e CEO da ASICS América Latina.

ASICS no Centro de Treinamento Paralímpico em São Paulo

Em passagem pelo Brasil no final de Outubro, o CEO e Presidente ASICS Corporation, Yasuhito Hirota, também visitou as instalações do Centro de Treinamento Paralímpico em São Paulo. “Fiquei muito impressionado com a qualidade do centro de treinamento e estou com grande expectativa para receber o comitê em Kobe, onde fica o centro de pesquisa da ASICS, durante o Campeonato Mundial de Atletismo, em 2024”, comenta Hirota.

Essa parceria visa, além de promover a inclusão e a excelência esportiva, oferecer suporte essencial aos atletas paralímpicos do Brasil fornecendo equipamentos de alta qualidade e recursos para ajudá-los a alcançarem seu máximo desempenho enquanto competem em nível internacional. "O Comitê Paralímpico Brasileiro tem por premissa se aliar aos maiores players do mercado e este vínculo com a ASICS ratifica nossa vocação de estarmos entre os melhores do mundo. A técnica, força, resistência, habilidade, resiliência dos atletas paralímpicos brasileiros aliados aos produtos da ASICS resultam numa união incrível que, temos certeza, renderá ótimos frutos para todos nós do movimento paralímpico", disse Mizael Conrado, eleito melhor jogador do mundo de futebol de cegos em 1998, bicampeão paralímpico de futebol de cegos (Atenas 2004 e Pequim 2008) e Presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

Durante os Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023, a ASICS também promoverá ativações de marca na Casa Brasil Paralímpico, local onde todos os atletas são recebidos durante a competição. Nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019, o Brasil fez história conquistando 308 medalhas, marca nunca alcançada por um país em uma única edição. Em Santiago, a expectativa é aumentar esse recorde e, pensando nisso, para coroar este momento especial a ASICS preparou um presente para todos os medalhistas e irá entregá-lo também na Casa Brasil.

Acompanhe tudo sobre:Asics

Mais de Esporte

OPINIÃO | A China entra em campo no Campeonato Europeu

F1: Haas confirma a contratação de Oliver Bearman para temporada de 2025

Grêmio x Palmeiras: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Bahia x Juventude: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Mais na Exame