Esporte

Antero Greco morre aos 69 anos, um dia após a morte do apresentador Washington Rodrigues

Greco lutava contra um tumor cerebral, enquanto Apolinho teve a morte confirmada durante partida de Flamengo e Bolívar

Nesta semana, morreram os jornalistas Antero Greco e Washington Rodrigues (Redes Sociais/Reprodução)

Nesta semana, morreram os jornalistas Antero Greco e Washington Rodrigues (Redes Sociais/Reprodução)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 16 de maio de 2024 às 11h14.

Última atualização em 16 de maio de 2024 às 11h20.

Tudo sobreFutebol
Saiba mais

A semana tem sido marcada por tristes acontecimentos no mundo do esporte. Nesta quinta-feira, 16, foi anunciada a morte do jornalista e apresentador Antero Greco, aos 69 anos, em São Paulo.

O comunicador havia sido diagnosticado com um tumor cerebral em junho de 2022 e estava lutando contra a doença desde então. Nos últimos dias, ele estava internado e sedado no Hospital Beneficência Portuguesa Mirante, na capital paulista.

De acordo com uma publicação nas redes sociais, o velório de Antero Greco será realizado a partir do meio-dia desta quinta-feira. O local será o Cemitério Redentor, e o enterro está agendado para as 16 horas, na Avenida Dr. Arnaldo, em Sumaré, São Paulo.

Morte de Washignton Rodrigues

Também foi confirmada a morte de Washington Rodrigues, jornalista e ex-técnico do Flamengo, apelidado de Apolinho. Ele faleceu durante a partida entre Flamengo e Bolívar, pela Libertadores, nesta quarta-feira, 15, aos 87 anos.

Apolinho deixou sua marca nas rádios Globo e Tupi. Além de ter sido um fervoroso torcedor do Flamengo. Em 1995, a convite do então presidente Kleber Leite, ele assumiu a missão de treinar o Rubro-Negro.

Conhecido por criar diversos bordões com uma linguagem popular que conquistou ouvintes ao longo de décadas no rádio carioca, o comentarista Washington Rodrigues formou uma dupla memorável com o narrador José Carlos Araújo, o Garotinho, na Rádio Globo.

Por muitos anos, ele foi lembrado por uma "previsão" feita durante a transmissão da final do Campeonato Carioca de 2001. No momento em que Petkovic se preparava para cobrar a falta e marcar o gol que garantiu o tricampeonato do Flamengo sobre o Vasco, Apolinho disse: "E acaba de chegar São Judas Tadeu".

Acompanhe tudo sobre:FutebolFlamengoMortesCâncer

Mais de Esporte

Libertadores: quem o Flamengo pode enfrentar nas oitavas do campeonato?

Thiago Braz, medalhista brasileiro, é suspenso por doping e está fora das Olimpíadas de Paris

Premiação da Copa do Brasil 2024: veja quanto cada clube já ganhou

Atlético-MG x Caracas: onde assistir, horário e escalações pela Copa Libertadores

Mais na Exame