• AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
  • AALR3 R$ 19,75 0.00
  • AAPL34 R$ 74,65 1.01
  • ABCB4 R$ 16,47 -0.42
  • ABEV3 R$ 14,75 1.44
  • AERI3 R$ 4,44 18.40
  • AESB3 R$ 10,73 0.85
  • AGRO3 R$ 31,86 -0.62
  • ALPA4 R$ 21,68 -0.55
  • ALSO3 R$ 19,94 1.27
  • ALUP11 R$ 26,32 0.27
  • AMAR3 R$ 2,40 7.62
  • AMBP3 R$ 29,41 -1.14
  • AMER3 R$ 23,70 2.82
  • AMZO34 R$ 73,23 1.29
  • ANIM3 R$ 5,56 3.35
  • ARZZ3 R$ 82,92 0.52
  • ASAI3 R$ 15,36 -0.78
  • AZUL4 R$ 21,17 2.37
  • B3SA3 R$ 11,30 -1.48
  • BBAS3 R$ 35,58 1.34
Abra sua conta no BTG

Inovação na COP26: startups são selecionadas para a Conferência do Clima

Programa do estado de São Paulo e do consulado britânico vai acelerar e levar 35 empresas para Glasgow, durante a Conferência do Clima das Nações Unidas
Startups de impacto: pequenas empresas contra mudança climática irão à Glasgow (Getty Images/Hiroshi Watanabe)
Startups de impacto: pequenas empresas contra mudança climática irão à Glasgow (Getty Images/Hiroshi Watanabe)
Por Maria Clara DiasPublicado em 21/10/2021 08:00 | Última atualização em 05/11/2021 13:08Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Às vésperas da COP26, a Conferência do Clima da ONU, o meio empresarial já mostrou entender que a inovação climática não virá apenas das grandes corporações. Pelo contrário. Combater as mudanças do clima e mitigar os efeitos do aquecimento global e das desigualdades sociais também é papel das pequenas empresas de base tecnológica, as famigeradas startups.

Acompanhe em primeira mão todas as notícias sobre a COP26

Pensando nisso, o Estado de São Paulo e o Reino Unido se uniram para acelerar e apoiar startups de impacto com soluções voltadas à preservação ao meio ambiente e contra as mudanças. O programa, chamado de Net Zero 2050, é fruto de uma parceria entre o IdeiaGov, hub de inovação aberta do governo estadual, em parceria com a Connected Places Catapult (CPC), o Consulado Britânico e a InvestSP, agência de promoção de investimentos do estado de São Paulo.

A partir de agora, 35 empresas selecionadas passarão por um processo de aceleração e mentoria. O propósito é entender suas dores e dificuldades de desenvolvimento a fim de lançar e escalar mais rapidamente as soluções para a agenda 2050 de cada uma no mercado. Ao todo, são 20 empresas brasileiras.

Para facilitar um pouco o trabalho dessas startups, a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) do Governo do Estado de São Paulo limitou as áreas de atuação das selecionadas em quatro grandes desafios da agenda climática global: redução das emissões de gases do efeito estufa; mudança da matriz energética; mobilidade e combustíveis sustentáveis e cidades resilientes.

A instituição também fica a cargo de acompanhar as diretrizes e cumprimento de metas do plano climático estabelecido para o estado pelo governo.

Além da aceleração e conexão com investidores, governos e empresas do terceiro setor ao longo do programa, as startups brasileiras e britânicas devem trabalhar em conjunto para o desenvolvimento de respostas sustentáveis aplicáveis tanto em São Paulo quanto no restante do mundo.

A cereja do bolo, porém, é a possibilidade de apresentar um pitch cara a cara na ONU, para os principais executivos, diplomatas e representantes mundiais presentes na conferência em Glasgow, na Escócia.

"O início da 2 ª edição do programa de aceleração de Negócios de Impacto nos deixa muito felizes por representar o compromisso de diversos atores com a agenda do Governo do Estado de São Paulo relacionada à mudança climática e descarbonização”, diz Felipe Maruyama, diretor de Inovação em Governo no Impact Hub, núcleo à frente das operações do IdeiaGov.

“Apenas em colaboração com ecossistema de empreendedorismo conseguiremos encontrar soluções inovadoras para os desafios complexos relacionados a esta agenda”. Veja a lista com as 35 startups selecionadas para o programa.

As startups escolhidas para a COP26

Startup País
B4waste Brasil
Green Mining Brasil
Morada da Floresta Brasil
Óleoponto Brasil
Plantae Ecossistemas Brasil
Recigases Brasil
Endelevo Brasil
Nanotex Brasil
PROSUMIR Brasil
Quanta Energy Brasil
Tradenergy Brasil
Ecomilhas Brasil
Entech Renovaveis Brasil
EZVolt Brasil
Scipopolis Brasil
TrackLi Brasil
Emergência CEM Brasil
MeteoIA Brasil
Sipremo Brasil
Wiiglo Brasil
Applied Negative Emissions Centre Reino Unido
Concrete4Change Reino Unido
IsCleanAir Reino Unido
Travel AI Reino Unido
Naked Energy Reino Unido
Njorth Bio Science Ltd Reino Unido
SEAB Power Ltd Reino Unido
Wondrwall Group Reino Unido
3SC Ltd Reino Unido
Equipmake Reino Unido
Innovation Factory Reino Unido
Zenobe Reino Unido
Awen Collective Reino Unido
Camnexus Reino Unido
Energy Garden Reino Unido

A EXAME na COP26

A atuação de governos e empresas de diferentes portes em prol do cumprimento da ambiciosa meta de limitar o aumento da temperatura média em 1,5˚C e criar soluções sustentáveis - e ao mesmo tempo viáveis - para o futuro da humanidade estão em destaque na Conferência Climática da ONU, a COP26, que ocorrerá em Glasgow na Escócia na primeira quinzena de novembro.

A EXAME, referência nacional na cobertura de temas ligados ao ESG (sigla para ambiental, social e de governança), preparou uma cobertura especial da COP26. Uma equipe de jornalistas estará em Glasgow durante toda a duração do evento, produzindo notícias, vídeos, podcasts e entrevistas exclusivas.

Para saber tudo sobre as discussões mais relevantes envolvendo o futuro do planeta, acompanhe as redes sociais da EXAME e a cobertura em tempo real. Basta se inscrever neste link.