França vai proibir embalagens plásticas em frutas e vegetais

Estima-se que 37% de todas as frutas e vegetais vendidos na França são vendidos atualmente com embalagens de plástico
Uma lista de cerca de 30 frutas e vegetais sujeitos às alterações foi publicada pelo Ministério do Meio Ambiente (Rebeca Mello/Getty Images)
Uma lista de cerca de 30 frutas e vegetais sujeitos às alterações foi publicada pelo Ministério do Meio Ambiente (Rebeca Mello/Getty Images)
Por Da RedaçãoPublicado em 13/10/2021 08:04 | Última atualização em 13/10/2021 08:17Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A França vai proibir as embalagens plásticas de quase todas as frutas e vegetais para reduzir a quantidade de lixo. O governo disse que espera evitar o uso de mais de um bilhão de embalagens plásticas por ano a partir de 2022, quando a lei entrar em vigor.

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

Uma lista de cerca de 30 frutas e vegetais sujeitos às alterações foi publicada. Frutas que são vendidas já cortadas, assim como um número limitado de frutas e vegetais delicados ainda podem ser vendidos em embalagens de plástico por enquanto, mas serão eliminadas no final de junho de 2026.

“Usamos uma quantidade absurda de plástico descartável em nossa vida diária. A lei da economia circular visa reduzir o uso de plástico descartável e impulsionar sua substituição por outros materiais ou embalagens reutilizáveis ​​e recicláveis ​​”, disse o Ministério do Meio Ambiente.

Estima-se que 37% de todas as frutas e vegetais vendidos na França são vendidos atualmente com embalagens de plástico.

A proibição de embalagens faz parte de um programa governamental para eliminar o plástico. Em 2021, a França proibiu canudos, copos e talheres de plástico, bem como caixas de isopor para viagem.

Veja Também

Melhores ESG 2022: Agronegócio, alimentos e bebidas
Revista Exame
Há uma semana • 5 min de leitura

Melhores ESG 2022: Agronegócio, alimentos e bebidas

Como as foodtechs podem acabar com a fome mundial
Um conteúdo Bússola
Há uma semana • 9 min de leitura

Como as foodtechs podem acabar com a fome mundial

Cesta de produtos de festa junina está 29,65% mais cara neste ano
Minhas Finanças
Há uma semana • 2 min de leitura

Cesta de produtos de festa junina está 29,65% mais cara neste ano

Com preços em alta, falta chocolate nos supermercados
Economia
Há uma semana • 3 min de leitura

Com preços em alta, falta chocolate nos supermercados