Grupo Heineken oferece retificação de nome e apoio psicológico para pessoas trans

Iniciativa da fabricante de bebidas Grupo Heineken para funcionários começou após, em ação da marca Amstel, retificação de nome para 800 pessoas trans em feira em São Paulo
Grupo Heineken oferece retificação de nome e apoio psicológico para pessoas transgênero (nito100/Getty Images)
Grupo Heineken oferece retificação de nome e apoio psicológico para pessoas transgênero (nito100/Getty Images)
M
Marina FilippePublicado em 23/07/2022 às 10:00.

Depois de a marca Amstel, do Grupo Heineken, ter levado o cartório às ruas de São Paulo, na Feira Cultural da Diversidade da Parada LGBTI+, para auxiliar a retificação do nome de mais de 800 pessoas transgêneros, a companhia adotou a iniciativa como benefício fixo aos funcionários, além de disponibilizar o programa Conta Comigo, que oferece suporte psicológico aos que desejarem.

Receba gratuitamente a newsletter da EXAME sobre ESG. Inscreva-se aqui

A iniciativa em parceria com o grupo interno de afinidade LGBTI+ estrutura a ação na qual todas as pessoas transgêneros que quiserem retificar seu nome socialmente terão direito a fazê-lo com suporte da companhia. “Quando levamos a iniciativa à Feira Cultural, esperávamos atender 160 pessoas, mas devido à alta procura, mais de 800 pessoas terão o direito de realizar o processo 100% custeado pela marca Amstel, sendo que mais de 200 fizeram na própria feira e mais de 600 estão recebendo os direcionais remotamente para realizarem a retificação no período de um mês”, diz Livia Azevedo, diretora People and Organizational Development (POD) do Grupo Heineken.

Ainda de acordo com a executiva, apresentar-se pelo nome social não é uma novidade para a Heineken, pois mesmo antes da implementação desta iniciativa junto à sociedade, os funcionários já registravam em seus crachás, e-mails e assinaturas seu nome social. O que muda agora é o registro legal válido também fora da companhia.

“Temos grupos de afinidade que se reúnem periodicamente para traçar e implementar ações voltadas à melhor experiência dos públicos minorizados e, o Além do Colorido, grupo dedicado à causa LGBTI+, também trabalha para garantir um ambiente mais seguro e acolhedor para todas as pessoas dentro do Grupo Heineken”, diz Livia.

O Grupo Heineken disponibiliza também o canal de denúncias que garante investigação e confidencialidade e que pode ser utilizado por qualquer funcionário de maneira anônima para relatar qualquer violação ao Código de Conduta da companhia ou situações de preconceito, discriminação e assédio físico e moral.

Diversidade na marca Amstel

Desde 2019, a Amstel aborda na comunicação valores como diversidade, liberdade, autenticidade e respeito. Dentro da evolução desta mensagem, a marca criou a campanha I AM WHAT I AM, que tem como objetivo dar espaço para que as pessoas possam se expressar para que elas sejam o que quiserem ser.

Amstel é a cerveja oficial da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo desde 2019, esteve à frente da live do Orgulho que arrecadou doações para ONGs escolhidas pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, que atuam de diferentes maneiras dentro da comunidade – trabalho com jovens LGTBQIA+ da periferia, trabalho de acolhimento para mulheres travestis e transsexuais e doação de alimentos para pessoas LGBTQIA+ em situação de rua.

Em 2020, Amstel promoveu a Live da Pabllo, que levantou fundos para ONGs indicadas pela cantora. O calendário da marca contou também com a Live oficial da Parada do Orgulho LGBT de SP, que teve oito horas de duração e mais de 11 milhões de views. Amstel ainda esteve presente na Live Parada Solidariedade, que teve a verba levantada com a venda da sua lata revertida para a ONG da Parada LGBT de SP.

Leia também