• AALR3 R$ 20,18 -0.10
  • AAPL34 R$ 67,00 0.33
  • ABCB4 R$ 17,02 1.98
  • ABEV3 R$ 13,98 -0.29
  • AERI3 R$ 3,70 1.65
  • AESB3 R$ 10,89 1.78
  • AGRO3 R$ 31,56 2.67
  • ALPA4 R$ 20,16 -1.47
  • ALSO3 R$ 19,09 0.42
  • ALUP11 R$ 27,06 0.97
  • AMAR3 R$ 2,42 0.41
  • AMBP3 R$ 30,77 2.40
  • AMER3 R$ 23,46 -0.04
  • AMZO34 R$ 65,96 -1.02
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,98 -1.70
  • ASAI3 R$ 15,92 -0.25
  • AZUL4 R$ 21,03 -0.33
  • B3SA3 R$ 12,12 0.66
  • BBAS3 R$ 37,88 2.38
  • AALR3 R$ 20,18 -0.10
  • AAPL34 R$ 67,00 0.33
  • ABCB4 R$ 17,02 1.98
  • ABEV3 R$ 13,98 -0.29
  • AERI3 R$ 3,70 1.65
  • AESB3 R$ 10,89 1.78
  • AGRO3 R$ 31,56 2.67
  • ALPA4 R$ 20,16 -1.47
  • ALSO3 R$ 19,09 0.42
  • ALUP11 R$ 27,06 0.97
  • AMAR3 R$ 2,42 0.41
  • AMBP3 R$ 30,77 2.40
  • AMER3 R$ 23,46 -0.04
  • AMZO34 R$ 65,96 -1.02
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,98 -1.70
  • ASAI3 R$ 15,92 -0.25
  • AZUL4 R$ 21,03 -0.33
  • B3SA3 R$ 12,12 0.66
  • BBAS3 R$ 37,88 2.38
Abra sua conta no BTG

Carlos Nobre é o 1º cientista brasileiro na Royal Society desde Pedro II

A nomeação na Royal Society, a academia de ciência mais antiga  ainda em atividade no mundo, é concedido após décadas de dedicação de Carlos Nobre aos estudos de clima e Amazônia
 (Divulgação/Arquivo pessoal)
(Divulgação/Arquivo pessoal)
Por Marina FilippePublicado em 13/05/2022 13:25 | Última atualização em 13/05/2022 13:25Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O climatologista brasileiro Carlos Nobre foi eleito membro estrangeiro na Royal Society, a academia de ciência mais antiga  ainda em atividade no mundo, que iniciou as atividades em 1660, e tem as atividades sediadas em Londres, no Reino Unido.

Carlos Nobre é pesquisador sênior do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP) e há décadas se dedica em trabalhos focados em clima, mudanças climáticas e Amazônia.

Receba gratuitamente a newsletter da EXAME sobre ESG. Inscreva-se aqui

Em entrevista para a Folha de S. Paulo, Nobre disse acreditar que o agravamento da crise climática e a importância da Amazônia neste cenário devem ser os principais fatores para a sua nomeação na Royal Society, sendo esse um reconhecimento do risco que a região corre, assim como todo o planeta.

"Ter um brasileiro que dedica suas pesquisas a Amazônia e às mudanças climáticas como membro estrangeiro da Royal Society mais que um justo reconhecimento ao seu trabalho, também mostra a grande relevância desses assuntos no cenário científico mundial. É um grande motivador para os jovens cientistas do país e para a ciência brasileira como um todo", diz Talita Assis, cientista à frente do projeto A Amazônia em Exame.

A royal society é uma das primeiras e mais importantes sociedades científicas do mundo. O título de membro da Royal Society é concedido a cientistas que tenham contribuído substancialmente com a melhoria do conhecimento da natureza. Entre os membros da Royal Society figuraram Isaac Newton, Charles Darwin e Albert Einstein. O único brasileiro a ter sido sido membro, anteriormente a Carlos Nobre foi Dom Pedro II.

Veja também