ESG

BRF e AES formam joint venture para construir parque eólico no Nordeste

O investimento estimado para o desenvolvimento do parque eólico é de aproximadamente 5,2 milhões de reais por MW instalado

 (Victor Moriyama/Bloomberg)

(Victor Moriyama/Bloomberg)

R

Reuters

Publicado em 17 de agosto de 2021 às 09h40.

A AES Brasil Energia e a companhia de alimentos BRF anunciaram nesta terça-feira a formação de uma joint venture com controle compartilhado para a construção de um parque eólico para autogeração no Complexo Eólico Cajuína, Rio Grande do Norte.

A unidade terá capacidade instalada de 160 MWm, gerando 80 MWm a serem comercializados com a BRF por meio de contrato de compra e venda de energia de 15 anos.

O investimento estimado para o desenvolvimento do parque eólico é de aproximadamente 5,2 milhões de reais por MW instalado.

A BRF disse que investirá diretamente o valor aproximado de 80 milhões de reais, a ser desembolsado durante o desenvolvimento do projeto, com início das operações previsto para 2024.

"O projeto está em consonância com a Visão 2030, com a política de sustentabilidade da companhia e com compromisso de se tornar Net Zero em emissões de gases de efeito estufa (GEE) até 2040, tanto em suas operações como em sua cadeia produtiva", disse a BRF.

Com a parceria, destacou a BRF, a companhia atenderá cerca de um terço de suas necessidades energéticas no Brasil, e evolui com sua meta de chegar a 2030 com mais de 50% da matriz energética proveniente de fontes renováveis, "além de mitigar riscos de escassez de abastecimento e operar com custos mais competitivos".

Já a AES Brasil disse que o empreendimento reforça sua estratégia de crescimento e diversificação de portfólio por meio de desenvolvimento de "projetos de fontes complementares à hídrica e com contratos de longo prazo e com retornos consistentes".

  • Fique por dentro das principais tendências das empresas ESG. Assine a EXAME.
Acompanhe tudo sobre:AESAlimentosBRFEnergia elétricaEnergia eólicaJoint-venturesSustentabilidade

Mais de ESG

Cade abre procedimento para apurar acordo de codeshare da Azul e Gol

Quem ganha e quem perde no mercado no caso da vitória de Trump?

Eletrobras (ELET6): recompra de ações pode gerar ganho para os acionistas?

China estabelece fundo de investimentos em ativos de terra de empresas estatais de 30 bilhões yuans

Mais na Exame