Um conteúdo Esfera Brasil

Big Techs e setor público pedem metaverso com governança e inclusão

Documento da “Definindo e Construindo o Metaverso” foi lançado no Fórum Econômico Social com assinatura de 60 empresas de tecnologia, especialistas e sociedade civil
 (Dado Ruvic/Illustration/Reuters)
(Dado Ruvic/Illustration/Reuters)
Por Esfera BrasilPublicado em 11/06/2022 09:00 | Última atualização em 07/06/2022 15:16Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Mais de 60 empresas líderes de tecnologia juntamente com entidades do setor público, especialistas, acadêmicos e representantes da sociedade civil lançaram durante o Fórum Econômico Mundial a iniciativa “Definindo e Construindo o Metaverso” com orientações para que essa nova indústria se desenvolva de maneira ética e inclusiva.

Segundo o documento divulgado no evento, a ideia é “acelerar o desenvolvimento de estruturas de governança e políticas para o metaverso e fortalecer as oportunidades de criação de valor econômico e social”.

Até 2024, essa nova indústria deve movimentar mais de U$ 800 bilhões, e por isso precisa ser olhada com atenção, segundo o documento.” Nesse estágio inicial, o metaverso pode se desenvolver de várias maneiras, dependendo da pesquisa, inovação, investimento e política”, diz a cartilha.

A iniciativa se concentrará na área de governança para que as tecnologias e os ambientes do metaverso sejam desenvolvidos de maneira segura, interoperável e inclusiva, e também na criação de valor, identificando incentivos e riscos que surgirão. Segundo o texto, ela também descreverá como as cadeias de valor podem ser afetadas, as indústrias, transformadas, e como novos ativos podem ser criados e os direitos, protegidos.

“Como indústria, cabe a todos nós garantir que esse novo paradigma seja desenvolvido de forma acessível a todos, coloque as necessidades das pessoas em primeiro lugar, aprimore a conexão humana e seja desenvolvido de forma segura com a confiança incorporada pelo design. É por esta razão que estamos orgulhosos de participar deste corpo colaborativo intersetorial que definirá os padrões para o metaverso”, afirmou o presidente da Microsoft, Brad Smith.