• AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
  • AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
Abra sua conta no BTG

Zema anuncia parcelamento em 11 vezes de 13º de 2018

Quitação não feita pelo ex-governador Fernando Pimentel deve ocorrer no primeiro dia útil após o dia 20 de cada mês
Romeu Zema: "Estamos trabalhando duro e muito para tirarmos Minas do vermelho", disse o governador (Reprodução/Facebook)
Romeu Zema: "Estamos trabalhando duro e muito para tirarmos Minas do vermelho", disse o governador (Reprodução/Facebook)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 28/01/2019 21:57 | Última atualização em 28/01/2019 21:57Tempo de Leitura: 1 min de leitura

São Paulo - O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), anunciou na noite desta segunda-feira, 28, o modelo de pagamento do décimo terceiro salário de 2018 dos servidores do Estado. A quitação não foi feita pelo ex-governador Fernando Pimentel (PT).

De acordo com Zema, o pagamento será feito em onze parcelas a serem depositadas nas contas dos servidores no primeiro dia útil após o dia 20 de cada mês.

O anúncio do modelo de pagamento do décimo terceiro havia sido programado para a sexta-feira passada, 25. No entanto, o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho adiou os planos do governador.

Sem citar o acidente, Zema ressaltou em vídeo publicado nas redes sociais que a população sabe que "a situação do Estado que já era ruim, ficou pior" e que foram estudadas "todas as possibilidades possíveis".

"Estamos trabalhando duro e muito para tirarmos Minas do vermelho", disse.

O Estado enfrenta uma das maiores crises fiscais da História, com atraso no repasse a prefeituras e escalonamento de salários de servidores desde o início de 2016.