• BVSP 113.282,67 pts -0,7%
  • USD R$ 5,3351 +0,0000
  • EUR R$ 6,2509 +0,0000
  • ABEV3 R$ 15,85 -0,19%
  • BBAS3 R$ 29,3 -0,51%
  • BBDC4 R$ 20,29 -2,08%
  • BRFS3 R$ 24,7 +3,26%
  • BRKM3 R$ 58,03 +2,53%
  • BRML3 R$ 8,59 -0,46%
  • CSAN3 R$ 23,87 +0,08%
  • ELET3 R$ 39,4 +1,03%
  • EMBR3 R$ 23,78 -0,46%
  • Petróleo US$ 68,81 +0,00%
  • Ouro US$ 1.751,70 +0,00%
  • Prata US$ 25,61 +0,00%
  • Platina US$ 1.061,40 +0,00%

Yellen pressiona Congresso para elevar teto da dívida dos EUA

A medida não aumentaria os gastos do governo nem aprovaria gastos futuros, disse ela em um comunicado

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, reiterou na segunda-feira seu apelo ao Congresso para que aumente o limite da dívida norte-americana por meio de ação bipartidária, à medida que o governo federal se aproxima de esgotar sua capacidade de endividamento.

A medida não aumentaria os gastos do governo nem aprovaria gastos futuros, disse ela em um comunicado, acrescentando: "Simplesmente permite que o Tesouro pague pelos gastos previamente promulgados. O não cumprimento dessas obrigações causaria danos irreparáveis à economia dos EUA e ao sustento de todos os norte-americanos. "

Yellen voltou a lembrar que o Congresso nos últimos anos tem tratado o tema de modo regular, com amplo apoio bipartidário, e que no último governo houve apoio bipartidário para elevar o teto por três ocasiões.

Agora, ela pede que isso volte a ser feito, em base bipartidária diante da "responsabilidade compartilhada" sobre o assunto, a fim de proteger a credibilidade e o crédito dos EUA.

A projeção é de que os Estados Unidos vão exaurir sua autoridade de empréstimo em outubro e não aprovação de um aumento no limite da dívida --agora em 28,5 trilhões de dólares-- pode provocar nova paralisação do governo federam ou default da dívida.

Com informações do Estadão Conteúdo e Reuters. 

  • Juros, dólar, inflação, BC, Selic. Entenda todos os termos da economia e como eles afetam o seu bolso. Assine a EXAME 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.