Vendas do varejo sobem 1,0% em março ante fevereiro, mostra IBGE

Na comparação com março de 2021, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram alta de 4,0% em março de 2022
 (Reuters/Paulo Whitaker)
(Reuters/Paulo Whitaker)
Por Estadão ConteúdoPublicado em 10/05/2022 09:52 | Última atualização em 10/05/2022 09:53Tempo de Leitura: 2 min de leitura

As vendas do comércio varejista subiram 1,0% em março ante fevereiro, na série com ajuste sazonal, informou nesta terça-feira, 10, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio perto do teto do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda de 0,2% a alta de 1,3%, com mediana positiva de 0,4%.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

Na comparação com março de 2021, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram alta de 4,0% em março de 2022. Nesse confronto as projeções iam de uma queda de 0,5% a alta de 4,7%, com mediana positiva de 2,3%.

As vendas do varejo restrito acumularam crescimento de 1,3% no ano, que tem como base de comparação o mesmo período do ano anterior. Em 12 meses, houve alta de 1,9%.

Varejo ampliado

Quanto ao varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 0,7% em março ante fevereiro, na série com ajuste sazonal. O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde um recuo de 4,1% a avanço de 1,1%, com mediana positiva de 0,1%.

Na comparação com março de 2021, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado tiveram alta de 4,5% em março de 2022. Nesse confronto, as projeções variavam de uma redução de 1,4% a expansão de 6,2%, com mediana positiva de 3,2%.

As vendas do comércio varejista ampliado acumularam alta de 1,1% no ano e aumento de 4,4% em 12 meses.

VEJA TAMBÉM