Vendas do varejo dos EUA sobem em agosto

O chamado núcleo das vendas varejistas corresponde de forma mais próxima ao componente de gastos do consumidor do Produto Interno Bruto

Washington - O núcleo das vendas no varejo dos Estados Unidos subiu em agosto, apontando para uma sólida demanda doméstica que pode levar o Federal Reserve, banco central do país, a elevar a taxa de juros na quinta-feira.

O Departamento do Comércio informou nesta terça-feira que as vendas excluindo automóveis, gasolina, materiais de construção e serviços de alimentos aumentaram 0,4 por cento após alta revisada de 0,6 por cento em julho.

O chamado núcleo das vendas varejistas corresponde de forma mais próxima ao componente de gastos do consumidor do Produto Interno Bruto.

Já as vendas totais do varejo avançaram 0,2 por cento no mês passado, com os fortes ganhos das vendas de carros compensados por uma queda de 1,8 por cento no valor das vendas em estações de serviços devido à queda nos preços da gasolina. Economistas consultados pela Reuters previam um aumento das vendas no varejo de 0,3 por cento em agosto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também