Venda de veículos novos cai 4,4% em novembro, diz Fenabrave

Na comparação com o mesmo período do ano passado, o número subiu 4,9%, acumulando no ano um total de 2,5 milhões de unidades vendidas

São Paulo — Os emplacamentos de veículos no Brasil recuaram 4,4% no mês passado ante outubro, para 242,3 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, informou nesta segunda-feira a associação de distribuidores, Fenabrave.

Na comparação com novembro de 2019, porém, as vendas subiram 4,9%, acumulando no ano 2,525 milhões de unidades, expansão de 8,3%.

Com isso, a entidade estima que as vendas em 2019 vão subir 9%, para 2,79 milhões de unidades. A previsão inclui salto de 33,8% nos licenciamentos de caminhões, para 102,26 mil e de 8% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves, para 2,67 milhões.

Em novembro, as vendas de carros e comerciais leves, segmento que inclui utilitários esportivos e picapes, subiram 4,4% sobre um ano antes, para 230,9 mil unidades. O volume porém marca uma queda de 4,2% sobre outubro, recuo atribuído pelo presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, à sequência de feriados no mês passado. As vendas de caminhões no mês subiram 18% na comparação anual, mas caíram 3,5% na relação mensal, para 9.162 veículos.

Segundo a Fenabrave, a média diária de vendas de novembro subiu 10% sobre outubro, apesar do mês passado contar com 3 dias úteis a menos que outubro.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.