Economia

Vem aí uma moeda de R$ 5, em comemoração aos 200 anos da primeira Constituição

Moeda comemorativa será lançada pelo Banco Central na quinta-feira, 11, em cerimônia no Salão Nobre do Congresso Nacional

Sede do Banco Central, em Brasília (Rafa Neddermeyer/Agência Brasil)

Sede do Banco Central, em Brasília (Rafa Neddermeyer/Agência Brasil)

Antonio Temóteo
Antonio Temóteo

Repórter especial de Macroeconomia

Publicado em 8 de abril de 2024 às 14h26.

Última atualização em 8 de abril de 2024 às 14h37.

Em comemoração aos 200 anos da primeira Constituição, o Banco Central (BC) lançará moeda comemorativa de prata, com valor de face de R$ 5,00. A cerimônia de lançamento ocorrerá na quinta-feira, 11, às 9h30, no Salão Nobre do Congresso Nacional. O formato e os detalhes da moeda serão divulgados somente no evento na sede da Legislativo. 

Segundo a autoridade monetária, o lançamento da moeda comemorativa é uma homenagem ao Poder Legislativo, celebrando o bicentenário da primeira Constituição, que implementou o bicameralismo no país, com a criação da Câmara dos Deputados e do Senado Federal.

Como comprar

As moedas comemorativas podem ser compradas no site da Casa da Moeda do Brasil.

Razões para você adquirir moedas comemorativas

O Banco Central lista algumas razões para as pessoas comprarem as moedas comemorativas frabricadas pela Casa da Moeda.

  • As moedas do padrão Real têm curso legal e poder liberatório no Brasil;
  • A cunhagem em metal nobre, com a sofisticada tecnologia "proof" e a qualidade de suas gravuras fazem delas obras de arte brasileiras;
  • Suas composições artísticas têm por base documentos históricos;
  • Tiragens rigorosamente limitadas ao máximo estabelecido, conferem a elas raridade que tende, com o tempo, a aumentar seu valor numismático;
  • Cada uma das peças vem protegida por uma cápsula transparente, para melhor conservação de seu brilho;
  • Edital do Banco Central do Brasil acompanha cada moeda, garantindo-lhe as características descritas.

O que é acabamento "proof"?

É um sofisticado processo de fabricação de moedas e medalhas.

O requinte do processo começa pelo tratamento dado aos cunhos e aos discos, que são polidos até que suas superfícies obtenham o brilho de espelho, e aos relevos que são jateados com areia para fosqueamento, o que resulta em um profundo contraste de grande beleza.

As peças são acondicionadas em estojos ou cartelas.

Acompanhe tudo sobre:Banco Central

Mais de Economia

Após pedido do governo, Zanin suspende liminar que reonera a folha de pagamentos por 60 dias

Haddad: governo anuncia na próxima semana medidas sobre impacto e compensação da desoneração

Fiergs pede ao governo Lula flexibilização trabalhista e novas linhas de crédito ao RS

É possível investir no exterior morando no Brasil?

Mais na Exame