Um quinto dos produtos consumidos no Brasil são importados

O consumo de produtos importados no mercado brasileiro cresceu no terceiro trimestre do ano para 21,8% do total, pouco mais de um quinto, afirma CNI

	Navio com importados na Alemanha: dado mostra crescimento de 0,7 ponto percentual frente ao segundo trimestre deste ano e representa a 14ª alta consecutiva
 (Joern Pollex/Getty Images)
Navio com importados na Alemanha: dado mostra crescimento de 0,7 ponto percentual frente ao segundo trimestre deste ano e representa a 14ª alta consecutiva (Joern Pollex/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 14/11/2013 às 11:47.

Rio de Janeiro - O consumo de produtos importados no mercado brasileiro cresceu no terceiro trimestre do ano para 21,8% do total, pouco mais de um quinto, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Este dado mostra um crescimento de 0,7 ponto percentual frente ao segundo trimestre deste ano e representa a 14ª alta consecutiva em tal taxa, de acordo com o relatório da CNI.

O aumento das importações, segundo o estudo, se deve principalmente às dificuldades enfrentadas pela indústria brasileira, fundamentalmente pela perda de competitividade, por isso que aumenta a demanda de produtos estrangeiros, segundo a Confederação.

O estudo, no qual também participou a fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior (Funcex), destaca que, no caso da indústria de transformação, a importação de matérias-primas aumentou 0,6 ponto percentual no terceiro trimestre de 2013, para 20,3%.

O setor da indústria farmacêutica foi onde mais cresceu a dependência de matérias-primas importadas, apesar de também ter sido registrado um crescimento notável nos de derivados de petróleo, eletrônica e materiais ópticos.

No caso da indústria extrativa, setor onde mais se recorre a matérias-primas de origem não brasileira, a porcentagem de componentes de origem estrangeira é de 53,4%.