Economia

S&P Global eleva rating da Argentina de SD para CCC+; perspectiva estável

A ação de rating vem após a Argentina reestruturar quase 99% dos títulos em dólares

País recebeu aval do FMI para iniciar a renegociação de um acordo (Stockbyte/Getty Images)

País recebeu aval do FMI para iniciar a renegociação de um acordo (Stockbyte/Getty Images)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 7 de setembro de 2020 às 16h29.

A agência de risco S&P Global elevou de SD (calote seletivo) para CCC+ o rating da Argentina. A perspectiva é estável.

A ação de rating vem após a Argentina reestruturar quase 99% dos títulos em dólares e receber um aval do Fundo Monetário Internacional (FMI) para iniciar a renegociação de um acordo.

"Este importante passo em frente oferece a oportunidade para o governo articular um plano mais amplo para enfrentar os vários desafios macroeconômicos pós-pandemia, negociar um novo programa com o FMI e trabalhar para liquidar atrasos com o Clube de Paris", disse a S&P Global em nota.

 

A agência ponderou, contudo, que a perspectiva estável da nota CCC+ se deve aos permanentes riscos macroeconômicos, tais como a alta inflação, o crescimento baixo, os problemas fiscais estruturais, a alta necessidade de financiamento externo e a pressão contínua no mercado de câmbio. Tudo isso, pontuou a empresa, pesa contra uma amortização favorável do perfil da dívida argentina em um curto prazo.

Acompanhe tudo sobre:Agências de ratingArgentinaRating

Mais de Economia

Governo sobe previsão de déficit de 2024 para R$ 28,8 bi, com gastos de INSS e BPC acima do previsto

Lula afirma ter interesse em conversar com China sobre projeto Novas Rotas da Seda

Lula diz que ainda vai decidir nome de sucessor de Campos Neto para o BC

Banco Central aprimora regras de segurança do Pix; veja o que muda

Mais na Exame