Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

O presidente da Shein na América Latina, Marcelo Claure, revelou na terça-feira, 19, em entrevista exclusiva à EXAME, que a varejista chinesa vai isentar de seus clientes a taxa do ICMS em compras de até US$ 50. O anúncio ocorre após a empresa aderir ao Remessa Conforme, da Receita Federal

O programa do governo federal isenta a cobrança do imposto de importação em compras de até US$ 50, mas cobra alíquota de 17% de ICMS. A decisão da empresa chinesa em subsidiar o imposto estadual, segundo Claure, pretende manter o poder de compra dos clientes. Na prática, quem realizar compras de até US$ 50 na Shein não vai pagar o imposto de importação e o ICMS, apenas o imposto de operação de câmbio. 

Como fica a taxação de compras na Shein com a isenção do ICMS

Os clientes da Shein não terão cobranças de ICMS em compras de até US$ 50. Para valores acima, segue em vigor a tributação de 60% do imposto de importação e a alíquota de 17% de ICMS. A varejista não definiu uma data para o fim da medida. Ao realizar uma compra no site, o único imposto que será cobrado é o sobre operações de câmbio.

Shopee e AliExpress vão cobrar ICMS?

Sim, a decisão de isentar os clientes da ICMS foi apenas da Shein. A medida não é um benefício relacionado a adesão ao programa Remessa Conforme. As empresas no programa terão isenção apenas do imposto de importação em compras de até US$ 50. A AliExpress já foi certificada e a Shopee realizou a solicitação na última sexta-feira, 15 de setembro. 

Como funciona o Remessa Conforme?

Criado pelo Ministério da Fazenda, o programa entrou em vigor em 1º de agosto com a meta de regular as compras importadas e evitar evasão fiscal. A regra de isenção nas compras de até US$ 50 valia exclusivamente para remessas entre pessoas físicas. Com a regra, passou a valer de empresa para consumidores. As compras online de até US$ 50, realizadas em empresas que não cumprirem com suas obrigações, continuarão sendo taxadas. 

O que é o ICMS?

O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é um tributo estadual e costuma ser a principal fonte de financiamento dos estados brasileiros. O ICMS incide em operações relativas à circulação de mercadorias e prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação. Na prática, este imposto é cobrado em todas as compras, desde um chiclete até ao encher o tanque com gasolina. 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Expectativa de inflação de longo prazo começa a cair, mas há volatilidade, diz BCE

Economia

Expectativa de inflação de longo prazo começa a cair, mas há volatilidade, diz BCE

Há 4 horas

China promete intensificar supervisão do mercado de minério de ferro após salto nos preços

Economia

China promete intensificar supervisão do mercado de minério de ferro após salto nos preços

Há 4 horas

Milei fala de Churchill e Stones, mas evita Malvinas em conversa com Londres

Economia

Milei fala de Churchill e Stones, mas evita Malvinas em conversa com Londres

Há 5 horas

Governo avalia deixar Bolsa do ensino médio fora do limite de gastos

Economia

Governo avalia deixar Bolsa do ensino médio fora do limite de gastos

Há 6 horas

icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais