Segunda fase da revitalização da zona portuária do Rio terá R$ 3,5 bi do FGTS

Rio de Janeiro - A prefeitura do Rio de Janeiro, o Ministério do Trabalho e Emprego e a Caixa Econômica Federal formalizam hoje (16), às 10h, parceria para liberação de R$ 3,5 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a serem investidos no projeto Porto Maravilha. Os recursos serão destinados à segunda […]
 (EXAME.com)
(EXAME.com)
D
Da RedaçãoPublicado em 10/10/2010 às 03:42.

Rio de Janeiro - A prefeitura do Rio de Janeiro, o Ministério do Trabalho e Emprego e a Caixa Econômica Federal formalizam hoje (16), às 10h, parceria para liberação de R$ 3,5 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a serem investidos no projeto Porto Maravilha.

Os recursos serão destinados à segunda fase da revitalização da zona portuária carioca, que prevê a demolição do Elevado da Perimetral e a reurbanização de 40 quilômetros de vias, entre outras obras.

A primeira fase do projeto começou em junho do ano passado e inclui a construção, na área da Praça Mauá, do Museu de Arte do Rio e do Museu do Amanhã.

Devem participar da solenidade o prefeito Eduardo Paes, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, e o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal, Wellington Moreira Franco. O evento será realizado no Galpão da Cidadania, na Avenida Barão de Tefé, nº 75, no bairro da Saúde.

Leia mais notícias sobre o Rio de Janeiro