Rússia eleva produção de petróleo em 150 mil barris por dia em julho

Com o aumento dos preços, a Opep decidiu aumentar sua produção combinada em 1 milhão bpd, dos quais 200 mil bpd seriam da Rússia

Moscou - A produção de petróleo russa aumentou em 150 mil barris por dia (bpd) em julho, na comparação com o mês anterior, mostraram dados do Ministério de Energia nesta quinta-feira.

Sob um acordo inicial entre produtores da Opep e aliados, Moscou concordou em cortar 300 mil bpd do nível de produção de 11,247 milhões de bpd que a Rússia atingiu em outubro de 2016.

Quando os preços do petróleo subiram subseqüentemente, os produtores decidiram em 22 de junho aumentar sua produção combinada em 1 milhão bpd, dos quais a Rússia deveria contribuir com 200 mil bpd a partir de 1º de julho.

De acordo com os dados do ministério, a produção de petróleo russa subiu para 47,429 milhões de toneladas em julho, contra 45,276 milhões em junho. Em termos de barril, a produção atingiu 11,21 milhões de bpd, acima dos 11,06 milhões de bpd de junho.

O ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, disse na quarta-feira que a maior produção de Moscou tem como objetivo "manter a estabilidade do mercado de petróleo (global) no âmbito das ações conjuntas dos países da Opep e aliados".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.