Economia

Relator do Orçamento reduz previsão de expansão do PIB de 2012

O senador Acir Gurgacz também alterou a perspectiva de inflação medida pelo índice IPCA para o período, elevando-a a 6 por cento

O senador argumenta que as receitas primárias previstas no Projeto de Lei Orçamentária para 2012 estavam estimadas "abaixo de seu potencial de arrecadação" (Arquivo/ Agência Brasil/Senado, senadores)

O senador argumenta que as receitas primárias previstas no Projeto de Lei Orçamentária para 2012 estavam estimadas "abaixo de seu potencial de arrecadação" (Arquivo/ Agência Brasil/Senado, senadores)

DR

Da Redação

Publicado em 11 de outubro de 2011 às 19h08.

Brasília - O relator da receita da proposta do Orçamento de 2012 no Congresso, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), reduziu a perspectivas de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) do país de 5 por cento para 4,5 por cento.

Ele também alterou a perspectiva de inflação medida pelo índice IPCA para o período, elevando-a a 6 por cento. A proposta original estimava o indicador em 4,8 por cento para 2012.

Gurgacz também reestimou a previsão de receita primária líquida para o Orçamento, com acréscimo de 25,6 bilhões de reais, informou o relator da proposta por meio de nota à imprensa.

O senador argumenta que as receitas primárias previstas no Projeto de Lei Orçamentária para 2012 estavam estimadas "abaixo de seu potencial de arrecadação." "Diante das incertezas provocadas pela crise internacional, e seus reflexos sobre a economia brasileira, adequamos os parâmetros para 2012 a esse novo cenário econômico", traz a nota.

Acompanhe tudo sobre:CongressoIndicadores econômicosOrçamento federalPIBPolítica no BrasilSenado

Mais de Economia

Governo Milei anuncia venda de dólares no câmbio paralelo argentino

Argentina volta a ter alta de inflação em junho; acumulado de 12 meses chega a 271,5%

Com alíquota de 26,5%, Brasil deve ter um dos maiores IVAs do mundo; veja ranking

Haddad declara ser favorável à autonomia financeira do Banco Central

Mais na Exame