Economia
Acompanhe:

Reino Unido entra em recessão após queda de 20,4% do PIB no 2º trimestre

A economia britânica vive a pior recessão desde o início dos cálculos oficiais trimestrais em 1955

Reino Unido: queda recorde do PIB ocorreu devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (NurPhoto / Colaborador/Getty Images)

Reino Unido: queda recorde do PIB ocorreu devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (NurPhoto / Colaborador/Getty Images)

A
AFP

12 de agosto de 2020, 06h24

O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido registrou uma queda recorde de 20,4% no segundo trimestre devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus e o país entrou oficialmente em recessão, anunciou o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês).

No primeiro trimestre, a economia britânica recuou 2,2%. Os economistas consideram que um país entra em recessão quando registra dois trimestres consecutivos de resultados negativos.

De acordo com os números publicados nesta quarta-feira pelo ONS, a economia britânica vive a pior recessão desde o início dos cálculos oficiais trimestrais em 1955.

O ONS destaca que o mês de abril, quando a população do país estava totalmente confinada e a atividade econômica foi paralisada, foi especialmente difícil. Os dados começaram a melhorar em maio, quando o PIB avançou 2,4%, e em junho (+8,7%), graças à reabertura do comércio.

O instituto explica que, somando os dois primeiros trimestres do ano, o retrocesso da economia britânica alcança 22,1%, "um dado um pouco menor que o registrado na Espanha (-22,7%), mas o dobro do resultado dos Estados Unidos (-10,6%)" no mesmo período.

O ONS considera que revés econômico no Reino Unido é mais grave que na maioria dos países europeus porque o confinamento durou mais tempo.