Economia

Queda no preço do gás natural entra em vigor nesta segunda-feira

Redução média é de 8,1%. Desde o início do ano, o preço do gás vendido pela Petrobras às distribuidoras acumula queda de 19%

De acordo com a Petrobras, a redução média é de 8,1% (André Motta de Souza/Agência Petrobras/Reprodução)

De acordo com a Petrobras, a redução média é de 8,1% (André Motta de Souza/Agência Petrobras/Reprodução)

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 1 de maio de 2023 às 10h10.

Começa a valer, nesta segunda-feira, 1°, a redução média de 8,1% no preço do gás natural, conforme anunciado pela Petrobras no mês passado.

De acordo com a empresa, os contratos com as distribuidoras preveem atualizações trimestrais do preço do gás e vinculam os reajustes às oscilações do petróleo Brent e da taxa de câmbio.

No trimestre encerrado em abril, o preço do petróleo recuou cerca de 8,7%. Já o câmbio teve apreciação de aproximadamente 1,1%. “A parcela do preço relacionada ao transporte do gás é atualizada anualmente no mês de maio, vinculada à variação do IGP-M, e sofrerá atualização de aproximadamente 0,2% a partir de maio de 2023”, informou a petrolífera.

Queda de 19%

Desde o início do ano, o preço do gás vendido pela Petrobras às distribuidoras acumula queda de 19%.

“A Petrobras ressalta que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia, mas também pelo portfólio de suprimento de cada distribuidora, assim como por suas margens (e, no caso do GNV- Gás Natural Veicular, dos postos de revenda) e pelos tributos federais e estaduais. Além disso, as tarifas ao consumidor são aprovadas pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas”, informa a estatal.

Segundo a Petrobras, a atualização do preço do gás natural não afeta o preço do gás de cozinha (GLP), envasado em botijões ou vendido a granel.

A partir do último sábado, 29, a Petrobras reduziu o preço do diesel para as distribuidoras em R$ 0,38 por litro. Desta forma, o valor passa de R$ 3,84 para R$ 3,46 por litro.

Acompanhe tudo sobre:CombustíveisGás e combustíveisPetrobras

Mais de Economia

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Revisão de gastos não comprometerá programas sociais, garante Tebet

Mais na Exame