Protecionismo americano prejudica o crescimento mundial, dizem BRICS

Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul se colocaram contra o impacto sistemático de medidas unilaterais "incompatíveis com regras da OMC"

O grupo dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul) denunciou nesta segunda-feira o "protecionismo" dos Estados Unidos, que "prejudica o crescimento mundial", após a decisão de Washington de aumentar as tarifas sobre produtos importados, principalmente dos seus países aliados.

Em um comunicado, os ministros das Relações Exteriores dos BRICS, reunidos em Pretória, "ressaltaram sua firme adesão à livre troca".

Eles se declararam "contrários a uma nova onda de protecionismo e ao impacto sistemático de medidas unilaterais que são incompatíveis com as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) e prejudicam o comércio internacional e o crescimento econômico".

Os BRICS insistiram "na importância de uma economia global aberta e inclusiva, que permita a todos os países e a todos os povos compartilhar os benefícios da globalização".

Washington decidiu na sexta-feira impor tarifas adicionais de 25% sobre as importações de aço e 10% sobre as importações de alumínio da União Europeia (UE), Canadá e México.

No fim de semana, por ocasião do G7 das finanças, os aliados de Washington protestaram unanimemente contra a agressiva política comercial dos Estados Unidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.